Críticas de Trump ao mercado de cripto são uma coisa boa, diz CEO da Binance

Changpeng Zhao fala sobre os comentários de Trump em relação ao setor

Durante uma entrevista com a CNBC, Changpeng Zhao, CEO da Binance, falou sobre o recente posicionamento revelado por Donald Trump em relação às criptomoedas.

Como noticiado anteriormente pelo WeBitcoin, o presidente dos Estados Unidos declarou recentemente que não é fã do Bitcoin ou de outras moedas digitais, declarando que além de não serem dinheiro, são muito voláteis e se baseiam “no ar rarefeito”.

Trump também dedicou algumas palavras à Libra, criptomoeda do Facebook, afirmando que, assim como as outras moedas digitais, a Libra terá pouca importância e confiabilidade, acrescentando que caso o Facebook e outras empresas possuam a intenção de se tornar um banco, devem solicitar uma Carta Bancária e ficar sujeito às regulamentações impostas aos bancos tradicionais.

Apesar de muitos considerarem que os comentários repercutiram negativamento no setor, Zhao afirma que foram bons para a indústria, visto que Trump não fez algo positivo ou negativo, apenas declarou não ser um fã.

“O fato de ele ter tweetado sobre isso, e do presidente dos Estados Unidos estar falando sobre criptomoedas, é uma coisa boa.”

De acordo com Zhao, no pior cenário, se os EUA tornarem o setor ilegal, a indústria não será abalada, visto que as moedas digitais continuarão a existir, apesar do posicionamento de qualquer país.

“A maioria dos países que tentam banir o Bitcoin fazem com que os cidadãos queiram as criptomoedas ainda mais.”

O posicionamento é compartilhado pelo representante americano Patrick McHenry, que anteriormente declarou que por mais que os governos tentem, eles não possuem a capacidade de matar o Bitcoin.

No entanto, é inegável que as autoridades podem tornar o acesso à moeda tão difícil que ela poderia deixar a rede comum e migrar para a Dark Web, caindo em níveis de adoção.

Como noticiado anteriormente pelo WeBitcoin, o cenário está quase se concretizando na Índia, onde as autoridades estão considerando aprovar uma lei que prevê até 10 anos de prisão pelo envolvimento (direto e indireto) com criptomoedas.

Foto de Beatriz Orlandeli
Foto de Beatriz Orlandeli O autor:

Simpatizante das criptomoedas, após cursar Arquitetura e Urbanismo, reavivou um antigo gosto pela escrita e atualmente trabalha como redatora do WeBitcoin.

biaorlandeli