Crypto Rap de Reid Hoffman é sensacional!

Crypto Rap de Reid Hoffman propõe um debate político-econômico a respeito de centralização, regulação e da dinâmica entre bancos e criptomoedas

Você pode até não gostar de Rap, mas com certeza precisa dar uma chance para o Crypto Rap “Bitcoin Rap Battle Debate: Hamilton vs. Satoshi”.

Lançado por Reid Hoffman, cofundador do LinkedIn, o vídeo apresenta uma batalha de Rap onde são opostas duas visões de mundo: de um lado, EpicLloyd assume a função de defensor do mercado tradicional, bancos centrais e governos fortes. Do outro, TimDeLaGhetto representa a oposição, atestando em favor das criptomoedas, tecnologias Blockchain e do Bitcoin como forma de libertação das amarras financeiras.

Confira abaixo o vídeo legendado apenas em inglês até o momento:

 

Conforme explica a coindesk, o vídeo está repleto de participações especiais dos “Illuminati” da indústria cripto, como Charlie Lee, criador do Litecoin; Zooko Wilcox-O’Hearn, cofundador da Zcash, Lily Liu, cofundadora da Earn.com; Elena Nadolinski, fundadora da Beanstock; Wences Casares, CEO da Xapo; Ben Davenport, co-fundador do BitGo e muitos outros.

Ao ser questionado sobre seu posicionamento, Reid Hoffman diz ser a favor de um modelo governamental, desde que seja bem administrado. Contudo, a interpretação da comunidade sobre se tratar de um vídeo pro-cripto não incomoda Hoffman.

“Eu acho que é bom para o mundo ter uma ou mais criptomoedas, e acho que uma dessas será o Bitcoin ou um derivado dele. Eu acho que é uma coisa boa. “

Voto popular

O fim do vídeo é marcado pelo questionamento proposto pelos artistas, sobre quem merece a vitória no debate. Buscando participação das pessoas na “decisão”, Hoffman criou uma enquete no Twitter para saber quem venceu o debate no Crypto Rap.

A comunidade cripto votou em massa e elegeu seu vencedor. E pra você, quem venceu essa batalha? Compartilhe conosco nos comentários e até a próxima batalha de Crypto Rap.

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader desde 2017. Aficionado por tecnologia e entusiasta das criptomoedas, viu no WeBitcoin a oportunidade de unir duas paixões.