CZ, CEO da Binance: “Bitcoin é menos volátil do que ações como Apple e Tesla”

Volatilidade do Bitcoin caiu em 2021 se comparada a anos anteriores

O CEO da Binance, Changpeng Zhao, comentou sobre a volatilidade do Bitcoin (BTC), afirmando que a maior criptomoeda por capitalização de mercado é provavelmente menos volátil do que os preços das ações de empresas de tamanho semelhante por capitalização de mercado, como Apple e Tesla.

Dados de Woobull mostram a volatilidade de 60 dias do Bitcoin em declínio constante desde o início de 2021. No entanto, os números do portal de pesquisa de investimento AlphaQuery mostram que os preços das ações da Tesla e da Apple ainda têm volatilidades de 60 dias significativamente mais baixas no mesmo período.

Chart

Volatilidade BTC de 60 dias por Woobull Charts

 

Falando durante uma entrevista à Bloomberg TV na segunda-feira, o chefe da Binance argumentou que a volatilidade da criptomoeda não era diferente da situação no mercado de ações, acrescentando:

“A volatilidade está em toda parte […] Não é exclusiva das criptomoedas.”

Para Zhao, os caçadores de rendimento que muitas vezes não são tão comprometidos com os projetos cripto quanto os verdadeiros crentes costumam ser os culpados por preços instáveis ​​devido ao seu grande número.

“Há sempre um grande número de pessoas tendo a mentalidade de rebanho do que os caras que realmente fazem pesquisas sérias.

 

Sempre que há alguma notícia negativa, eles [seguidores do rebanho] fogem, sempre que há notícias positivas, eles tentam se apressar e, portanto, causam mais volatilidade”, afirmou Zhao.

A caracterização do executivo dos crentes cripto como sendo mais “fãs obstinados que entendem e realmente amam o projeto” é consistente com seus comentários anteriores sobre sua disposição pessoal para a indústria como um todo.

Em abril, Zhao revelou que detém quase 100% de seu patrimônio líquido em criptomoedas.

O mercado cripto vive uma segunda-feira de expressivos ganhos, com a capitalização total a subir mais de 4,5% nas últimas 24 horas.

A escalada da Ethereum (ETH) para ultrapassar a marca de US $ 3.000 pela primeira vez foi o destaque do dia, especialmente entre os dez primeiros tokens classificados de acordo com a capitalização de mercado.

O Bitcoin parece pronto para testar a marca de $ 60.000 pela primeira vez desde meados de abril, que precedeu uma pequena correção abaixo de $ 50.000 no dia 24 da último mês.

Fonte: FXStreet

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader aposentado. Segue firme como entusiasta do Bitcoin e inimigo declarado das pirâmides financeiras.