“Desenvolvimento interessante”: Próximo Rei da Inglaterra faz comentário sobre blockchain

Charles Windsor realiza comentário sobre a tecnologia blockchain

Por apresentar um sistema inovador, transparente e disruptivo, a tecnologia blockchain tem se destacado no mercado mundial, sendo utilizada por muitas empresas de renome para diversas finalidades. O uso e crescimento contínuo tornam a tecnologia um ponto de destaque a ser reconhecido por vários indivíduos de importância, como é o caso do próximo rei da Inglaterra.

Durante uma visita a Berlim, capital da Alemanha, o Príncipe de Gales Charles Filipe Artur Jorge Windsor, próximo na sucessão do trono inglês, foi questionado sobre seu posicionamento em relação a criptomoedas, Bitcoin e blockchain.

O questionamento foi gravado em vídeo e publicado no perfil de um usuário do Twitter que atua sob o apelido “CD” (@coindoraro).

A princípio, Charles parece não ter compreendido a pergunta, pois rapidamente respondeu que não sabia “nada sobre isso”. Logo em seguida o príncipe reconheceu a palavra “blockchain” e afirmou que a tecnologia possui um “desenvolvimento interessante”.

Por ser o próximo representante da Família Real Britânica, uma das famílias mais importantes e mais tradicionais do mundo, o fato de Charles reconhecer a tecnologia (ou achá-la “interessante”, no caso) gera um grande reconhecimento para o setor, apesar do príncipe não ter citado o Bitcoin ou as criptomoedas.

Em junho do ano passado o WeBitcoin noticiou que o Banco da Inglaterra pretendia reconstruir seu sistema de liquidez para que se tornasse compatível com negócios privados e plataformas que utilizem tecnologias de contabilidade distribuída (DLT), como o blockchain. Anteriormente o banco emitiu um documento revisando os vários cenários de possíveis riscos e problemas de estabilidade financeira resultantes de moedas digitais de bancos centrais.

Foto de Beatriz Orlandeli
Foto de Beatriz Orlandeli O autor:

Simpatizante das criptomoedas, após cursar Arquitetura e Urbanismo, reavivou um antigo gosto pela escrita e atualmente trabalha como redatora do WeBitcoin.

biaorlandeli