Deu ruim? CEO da IDAX desaparece junto com as chaves das cold wallets

Exchange chinesa (IDAX) suspendeu depósitos e saques depois do desaparecimento de seu CEO

Nos últimos dias a China vem aumentando a pressão sobre as exchanges de criptomoedas que operam dentro de sua jurisdição. A decisão das autoridades agora, no entanto, parece justificada, visto o momento em que a IDAX suspende os depósitos e retiradas depois que seu CEO supostamente desapareceu.

Em um post oficial do blog em 29 de novembro, a IDAX disse que o paradeiro de Lei Guorong é atualmente desconhecido. A exchange alertou no início da semana que estava vendo uma corrida nos saques.

De acordo com o post do blog:

“Desde que fizemos o anúncio em 24 de novembro, o CEO da IDAX Global desapareceu por causa desconhecida e as equipes da IDAX Global ficaram fora de contato com o CEO da IDAX Global.”

O comunicado da exchange segue explicando que, de momento, as cold wallets da empresa se encontram bloqueadas como uma precaução de rotina para proteger os fundos dos usuários. A cold wallet é usada para armazenar quase todos os saldos de criptomoedas da IDAX. Assim, as operações ficam restritas após o desaparecimento do CEO da IDAX, o que significa que todos os serviços de depósito/retirada não podem ser prestados.

Segundo a IDAX, o dinheiro dos usuários não se encontra em risco.

Problemas de segurança ou outro golpe no mercado cripto?

De momento ainda não está claro o que poderia acontecer com os fundos na exchange. Entretanto, o histórico negativo do mercado fez com que muitos na comunidade cripto perguntassem onde está o CEO da IDAX. Algumas pessoas até chamam isso de outro “golpe de saída”, dizendo que o CEO supostamente fugiu com as chaves privadas da cold wallet. Outros parecem mais reservados em suas opiniões e estão na verdade comparando-o com o hack do UPbit.

Recentemente a exchange de criptomoedas sul-coreana confirmou que os hackers haviam roubado 342.000 Ethereum. Vale ressaltar que o CEO da empresa que opera a bolsa disse que cobrirá todos os ativos perdidos.

Em um desenvolvimento semelhante que ocorreu no início deste ano, Gerald Cotten, CEO da exchange canadense de criptomoedas, QuadrigaCX, faleceu. Ele também levou as chaves privadas da empresa e o valor de US $ 134 milhões em criptomoedas com ele.

Pelo que foi exposto, este parece ser outro caso de CEO fugindo com todo o dinheiro, mas esperemos que não. Até o presente momento a IDAX não se comunicou com a mídia especializada sobre o assunto.

Texto adaptado de: AtozMarkets

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader desde 2017. Aficionado por tecnologia e entusiasta das criptomoedas, viu no WeBitcoin a oportunidade de unir duas paixões.