Deutsche Bank afirma que o Bitcoin agora é “muito importante para ser ignorado”

Ainda em 2020 o Deutsche Bank afirmou que o Bitcoin era uma opção para proteção contra inflação

Em seu novo relatório, a analista do Deutsche Bank e economista francesa Marion Laboure escreve que o Bitcoin não pode mais ser ignorado depois que sua capitalização de mercado ultrapassou US $ 1 trilhão:

“A capitalização de mercado do Bitcoin de US $ 1 trilhão e a possibilidade de um aumento contínuo nos preços o tornam importante demais para ser ignorado. E os bancos centrais e governos entendem que o Bitcoin e outras criptomoedas vieram para ficar. Portanto, espera-se que os governos comecem a regulamentá-los no final deste ano ou no início do próximo ano.”

Ela sugere que a enorme capitalização de mercado do Bitcoin é justificada pelo Efeito Sininho. Nomeado em homenagem a uma fada de Peter Pan, o termo é usado por economistas para explicar o poder da crença: algo só tem valor porque as pessoas acreditam que tem valor, da mesma forma que as crianças acreditam no Papai Noel.

Problema de liquidez do Bitcoin

Laboure espera que o Bitcoin permaneça “ultravolátil” devido à sua baixa liquidez. O volume diário de negociação da criptomoeda é apenas uma gota no balde em comparação com quase todas as outras commodities, incluindo prata e gasolina. O volume diário do Bitcoin é de apenas 1,9 por cento do ouro.

Commodities

Imagem por dbresearch.com

 

A principal criptomoeda é agora a terceira maior moeda em circulação (atrás apenas do dólar americano e do euro). O Bitcoin agora representa mais de 40 por cento de todas as verdinhas devido à rápida valorização.

No entanto, a liquidez do Bitcoin está no mesmo nível de um baht tailandês. O volume de transações diárias da criptomoeda é apenas 0,009 por cento do dólar americano.

Pouco espaço para competição

As gerações futuras provavelmente garantirão que o Bitcoin está aqui para ficar. De acordo com uma pesquisa do Deutsche Bank, mais de 30 por cento dos millennials dos EUA, Alemanha, China, Reino Unido e outros líderes mundiais acreditam que as criptomoedas irão eventualmente substituir o dinheiro e os cartões de débito.

Generations

Imagem por dbresearch.com

 

Embora o Deutsche Bank sugira que o Bitcoin pode se tornar “um meio de pagamento importante” no futuro devido aos seus fortes efeitos de rede, ele também observa que pode enfrentar criptomoedas emitidas pelo governo e criptomoedas privadas, como a stablecoin Diem (ainda a ser lançada) do Facebook.

No entanto, a existência de bancos centrais significa que é improvável que o Bitcoin substitua as moedas fiduciárias tão cedo:

“E enquanto governos e bancos centrais existirem e tiverem o poder de regular o dinheiro, haverá pouco espaço para o Bitcoin – como meio de pagamento – substituir as moedas tradicionais.”

Fonte: U.Today

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader aposentado. Segue firme como entusiasta do Bitcoin e inimigo declarado das pirâmides financeiras.