Disney abandona no nome “FOX” e famoso estúdio passa a se chamar apenas “20th Century”

Por decisão da Disney, proprietária desde 2019, a 20th Century Fox passará a se chamar apenas 20th Century

A 20th Century Fox é simplesmente um dos estúdios mais famosos e idolatrados de Hollywood. Todo mundo que assiste filmes com alguma frequência já até decorou sua tradicional abertura. Entretanto, o estúdio está com os dias contados, pelo menos no que diz respeito ao seu nome.

Em 2019 a Disney concluiu a compra da FOX por US$ 71 bilhões, com direito a todas as suas franquias e estúdios. Com isso, a 20th Century Fox, agora nas mãos da Disney, mudará de nome, passando a ser chamado de maneira extensa de 20th Century Studios, ou 20th Century, na versão curta.

A mudança de nome encerra uma era em Hollywood. Esse fato, por sinal, gerou revolta em muitos fãs e críticos de cinema: “O nome 20th Century Fox tem raízes profundas no cinema, então estão destruindo um pouco da história de Hollywood”, disse Leonard Maltin, crítico e historiador de cinema, à CNN Business.

“É um dos pilares da experiência do cinema. Até alguém que não é fã de filmes reconhece esse logo, esse nome, essa música, que é uma das mais famosas fanfarras do mundo” – completou Maltin.

A 20th Century Fox nasceu em 1935 como uma fusão entre a Twentieth Century Pictures e a Fox Films.

Segundo informações da CNN,  20th Century Fox produziu alguns dos filmes mais populares e amados da história de Hollywood, incluindo “Duro de Matar”, “Alien”, “Milagre na rua 34”, “A Malvada” e “Esqueceram de Mim”.

A Disney dominou 2019 com um ano recorde nas bilheterias, mas mesmo assim tratou-se de um período instável para o estúdio recém-adquirido. Filmes da Fox como “Fênix Negra”, “Stuber” e “Meu Amigo Enzo” decepcionaram nas bilheterias.

Contudo, “Jojo Rabbit” e “Ford vs Ferrari”, filmes do Searchlight Studio e do 20th Century, respectivamente, foram indicados para vários Oscars, incluindo melhor filme.

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader desde 2017. Aficionado por tecnologia e entusiasta das criptomoedas, viu no WeBitcoin a oportunidade de unir duas paixões.