Dogecoin aparece na Nascar, mas carro termina no muro

As coisas não andam boas para o ‘doguinho’ da DOGE

A Dogecoin teve seu próprio carro estampado que competiu em uma corrida oficial da Nascar. O lado ruim é seu fim de corrida se deu no muro. A corrida da Nascar foi realizada nos Estados Unidos no último sábado. O motorista do carro que estampava a Dogecoin perdeu o controle do veículo, saiu da pista e bateu no muro.

O tweet postado pelos organizadores da competição (abaixo) mostra o momento da batida:

https://twitter.com/NASCARonNBC/status/1406350003858296838?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1406350003858296838%7Ctwgr%5E%7Ctwcon%5Es1_&ref_url=https%3A%2F%2Fen.cryptonomist.ch%2F2021%2F06%2F21%2Fdogecoin-nascar-car-crashes%2F

Elon Musk, que tem sido um dos maiores promotores da Dogecoin, contribuindo com seus tweets para o aumento vertical de seu preço, foi mencionado “com pesar” pela Nascar na postagem.

“Sinto muito que tenha que ver isso @elonmusk”

O carro e o preço da Dogecoin

A batida do carro que estampava a Dogecoin também representa, de certa forma, as dificuldades que a DOGE está passando.

Em meio ao hype, a Dogecoin passou de valer $ 0,003 para 70 centavos. No entanto, após a máxima histórico atingida em 8 de maio, o curso do preço da Dogecoin se inverteu. O valor da Dogecoin drasticamente: agora cada DOGE vale 25 centavos, ainda com uma taxa de crescimento anual notável.

O anúncio da parceria que permitiu que o carro da Dogecoin corresse na Nascar foi feito em março de 2021, em plena agitação de alta.

Dirigindo o Chevrolet BJ McLeod Motorsports estava Stefan Parsons.

Mas, na realidade, a Dogecoin estreou nos carros em 2014, quando estava longe de sua fama atual.

O CEO da Springrates, Sean Taylor, explicou:

“Ultimamente, tenho estado obcecado em aprender mais sobre blockchain e o futuro da moeda descentralizada. Tive a ideia de incluir Dogecoin no carro para esta corrida enquanto conversava com Stefan após a abertura da temporada em Daytona. Foi irônico porque, na época, eu não sabia que a equipe de seu pai anteriormente dirigia o carro da Dogecoin em 2014. Talvez fosse o destino”.

Desta vez, não foi tão bem. A esperança dos fãs é que a DOGE possa encontrar o caminho de volta para novos registros de alta.

Fonte: Cryptonomist

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader aposentado. Segue firme como entusiasta do Bitcoin e inimigo declarado das pirâmides financeiras.