Dubai estabelece objetivo de se tornar primeiro governo Blockchain até 2020

Dubai está rapidamente alcançando seu objetivo de se tornar o primeiro governo de blockchain do mundo a utilizar a tecnologia para todas as transações até 2020.

Falando na recente sessão da CIOMajlis (Chief Information Officer’s) sobre ‘Blockchain Technology’, Ahmad Al Mulla, presidente da CIOMajlis, disse:

Dubai é um líder em adotar a tecnologia mais recente e estabeleceu uma meta para se tornar o primeiro governo do mundo a executar todas as transações implementáveis na blockchain até 2020. As iniciativas governamentais nesta direção apresentam grandes oportunidades de negócios para o setor privado nos Emirados Árabes Unidos.

E adicionou:

Existe uma atual escassez global de programadores e desenvolvedores. Precisamos garantir uma disponibilidade suficiente de mão-de-obra qualificada à medida que essas oportunidades se acumulam em todos os setores. Veremos uma grande parte da implementação de blockchain no próximo futuro em todo o setor público e privado.

De acordo com um relatório da Trade Arabia, HH Sheikh Hamdan bin Mohammad bin Rashid Al Maktoum, Príncipe Herdeiro de Dubai e presidente do Conselho Executivo de Dubai, lançou a Estratégia Dubai Blockchain, onde pretende explorar e pesquisar inovações tecnológicas que possam proporcionar a possibilidade de melhorar a nação.

Dan Frankel, conselheiro da Blockchain City para o Dubai, da ConsenSys, que foi nomeado assessor oficial da blocklock para a cidade de Dubai, disse que a tecnologia do livro-razão distribuído poderia reduzir as transações bancárias em US $ 15 a US $ 20 bilhões por ano até 2022. Com a possibilidade de remover os custos do procedimento manual, processando erros e reestruturando, poderia economizar até 75%.

Frankel acrescentou:

Primeiros adotantes e primeiro a comercializar com essa tecnologia terão uma vantagem estratégica.

Dubai abraça a Blockchain

Desejando ilustrar sua natureza abraçada em relação ao ledger distribuído, a nação tomou medidas significativas para começar a mudança fundamental.

Em junho o governo do Dubai assinou um novo acordo com o StarTek ObjectTech baseado em U.K. para criar passaportes digitais para entrada no Aeroporto Internacional do Dubai. Com o objetivo de encerrar a verificação manual do passaporte a parceria espera criar a primeira “fronteira sem portões”.

Além disso, o gigante dos bancos de varejo dos Emirados Árabes Unidos, o Emirates NBD, deve implementar o ledger distribuído na tentativa de evitar fraudes de cheques e aumentar sua autenticidade com os melhores sistemas de segurança digital disponíveis.

Enquanto isso, com o governo dando a luz verde para um sistema de pagamentos de blockchain em toda a cidade de Dubai, parece que a nação está no caminho certo para se tornar o primeiro país do mundo alimentado pela blockchain.

 

#BITCOINNOMUNDO

FONTE: Cryptocoinsnews