Empresa considera IOTA supervalorizado em virtude de suas falhas graves

Analistas descobriram que o IOTA está cotado bem acima de seu verdadeiro valor. Acreditam que o projeto não possui nenhuma utilidade de mercado verdadeira e que sua rede é centralizada e instável. Além disso, a abordagem feita pela equipe do IOTA, tal como permitir que vulnerabilidades graves existam no software, causa muita preocupação.

IOTA está supervalorizado

De acordo com um novo relatório, o IOTA, rede por trás da 11ª criptomoeda mais valiosa do mundo por capitalização de mercado (MIOTA), não possui nenhuma justificativa para seu valor atual. A análise de 12 páginas do IOTA foi publicada por uma experiente empresa de investimentos cripto localizada no Texas, a Multicoin Capital.

Foram apresentados uma variedade de problemas com o projeto, desde sua tecnologia até sua equipe responsável por ele. Sua conclusão final foi que, tendo em mente a atual condição da rede do IOTA, o grande risco técnico, e a grande quantidade de evidências de problemas sérios no protocolo, o IOTA está “fortemente supervalorizado em seus preços atuais.”

Leia mais: Analista diz que agora é o melhor momento para investir em Bitcoins

Principais problemas

O documento enumera muitos dos problemas pertencentes ao projeto, começando pelo fato de que o IOTA ainda não encontrou sua verdadeira utilidade no mercado. A seção de casos de uso da documentação do IOTA é escassa e não específica, e a quantidade total de mercados que são realmente relevantes ao projeto é “bem pequena e provavelmente não justifica a migração para sua plataforma.”

Para que dispositivos IOT (Internet das coisas) possam negociar na rede, será necessário implementar mudanças de hardware caras. Ou seja, a estratégia de mercado confiável depende de seu próprio sucesso e, de acordo com o relatório, não há nenhum plano b.

A análise também determinou que a rede do IOTA depende de um “coordenador” centralizado e com código fechado para protegê-la dos ataques. Além disso, sua equipe não deu explicações claras sobre quando e como corrigirá isso. A rede do IOTA já passou por muita instabilidade e por períodos fora do ar. A equipe já teve que desativar o coordenador por causa de bugs ou ataques, deixando a rede inutilizável.

Os problemas mais preocupantes encontrados pelos analistas são as graves vulnerabilidades do software na função hash do IOTA e a resposta da equipe responsável por ele. A equipe alegou que já sabia da vulnerabilidade e que ela era intencional, pois funcionava como um mecanismo de “proteção contra cópias”, para desencorajar cópias ilegais. Ressaltaram que o coordenador protegia a rede, mas que era impossível verificar, visto que seu código é fechado, explicou o relatório.

“Ao fazer isso, conscientemente permitiram que vulnerabilidades existissem e violaram o caráter de software de código aberto. A equipe se recusou a divulgar se sabia a respeito de outras vulnerabilidades.”

Você acha essa análise do IOTA justa? Conte-nos o que pensa nos comentários!

Fonte: Bitcoin.com

 

Foto de Andre Cardoso
Foto de Andre Cardoso O autor:

André , ariano, engenheiro, empreendedor, trader de criptos profissional, palestrante e professor. Adora números, gráficos e aprender coisas novas.

andre.cardoso.btc/