Rede de identidade digital blockchain é lançada no Canadá

A Verified.Me surge como um projeto de reforço da segurança on-line e é uma parceria entre empresa de tecnologia e bancos locais

Uma empresa de tecnologia sediada em Toronto, a  SecureKey Technologies Inc, e alguns dos principais bancos canadenses estão anunciando o lançamento oficial de uma rede de identidade digital baseada em blockchain. A SecureKey será a responsável por projetar e desenvolver o serviço.

A rede está sendo batizada de Verified.Me e tem por base oferecer aos usuários uma perspectiva de monitorar o acesso às suas informações pessoais, controlando com quem são compartilhadas, com que objetivo e o que pode ser feito com elas. A plataforma estará disponível via portal web e aplicativo para dispositivos móveis e também permitirá acesso a serviços financeiros, facilitando que o usuário prove que é quem diz ser. No caso do app, o sistema de verificação multifatorial também fará uso de informações biométricas, além de dados cadastrais das operadoras.

Os bancos parceiros

Os bancos CIBC, Desjardins, RBC, Scotiabank e TD já estão apoiando o Verified.Me. Além disso, o BMO (Banco de Montreal) e o Banco Nacional do Canadá já prometem lançar o serviço em breve. O suporte dos bancos é considerado importante pelo projeto, tendo em vista a expertise das instituições financeiras na exigência de credenciamento de usuários para o acesso a ferramentas on-line.

Os bancos desempenham um papel fundamental no serviço de autenticação de identidade fornecido, exigindo que os usuários entrem com suas credenciais bancárias on-line. O uso da tecnologia blockchain como aporte a uma rede de verificação de identidade é visto como uma importante medida para incrementar a segurança dos processos virtuais.

“É o caminho mais longo e mais difícil em que trabalhei”, disse Greg Wolfond, CEO da SecureKey, em entrevista à IT World Canada. “É o rigor que entra na segurança.”

FONTE: IT BUSINESS

Foto de Daniela Risson
Foto de Daniela Risson O autor:

Jornalista desde sempre interessada pelos canais digitais, tem se dedicado à estratégia e produção de conteúdos. Em 2018, se aproximou da temática das criptomoedas e atua como redatora de projetos do mercado financeiro digital.