Empresas de energia russas discutem parceria com mineradoras de bitcoin

A mídia russa informou que duas das maiores companhias fornecedoras de energia do país, EvroSibEnergo e Gazprom, estão em discussão com mineradoras de bitcoin russas, afim de encontrar um acordo sobre energia barata. A EvroSibEnergoI teria emitido declarações onde diz que, embora nenhum contrato tenha sido oficialmente assinado, a empresa está aberta à possibilidade de entrar em parceria com mineradores de criptomoedas.

A maior empresa de energia da Rússia recebeu “dezenas de pedidos” de mineiradoras de bitcoin.

A notícia vem apenas algumas semanas depois que autoridades estatais russas anunciaram planos para lançar um ICO em parceria com o setor público-privado que procura rivalizar com o domínio da China sobre as indústrias de mineração de bitcoin e outras criptomoedas.

A EvroSibEnergo afirmou que “existem mais de 70 instalações com infra-estrutura pronta, incluindo acesso rápido a redes elétricas e subestações, com energia elétrica barata”, que estão localizadas em toda a Sibéria, os Urais e partes europeias da Rússia.

O minerador russo, Timofey Ra, declaraou que os custos de energia representam 30 por cento dos custos associados à mineração de bitcoin e 15 por cento dos custos associados à geração de etherium. Ele ainda alega que algumas mineradoras já atingiram acordos preferenciais com empresas de energia, citando preços por quilowatts tão baixos quanto dois rublos (US $ 0,03 USD) – 62,5% poupando o preço médio de 4,5 rublos por quilowatt (US $ 0,08 USD).

A Dailystorm informou que, apesar das ofertas privadas entre mineradoras russas de bitcoin e empresas de energia, as mineradoras ainda serão legalmente obrigadas a comprar sua energia através do mercado grossista do país.

Por lei, mais de 25 MW de potência devem ser vendidos pelo mercado atacadista. Os mineradores exigem 100 kW a 30 MW de energia. Afirma Dailystorm.

Você acha que a Rússia será capaz de rivalizar com o domínio da China na indústria de mineração bitcoin? Compartilhe seus pensamentos na seção de comentários abaixo!

Fonte: Bitcoin.com