Empresas se unem em projeto de dispositivo de identificação baseado em blockchain

Consórcio asiático está desenvolvendo sistema de identidade focado em blockchain

Um grupo de sete empresas se aliou com o objetivo de utilizar a tecnologia blockchain para transformar telefones em sistemas de identificação móvel.

A iniciativa, que conta com grandes nomes como a Samsung, SK Telecom e LG Yuplus, visa criar um sistema de gerenciamento de identidade móvel pelo qual os usuários podem controlar os próprios dados, eliminando intermediários e permitindo a verificação de suas respectivas identidades ou qualificações no blockchain.

Chamado “identidade auto-soberana” (SSI), o projeto se torna uma alternativa para que os documentos dos usuários não precisem ser gerenciadas por terceiros, permitindo um maior controle sobre informações pessoais.

Aparentemente as informações apresentadas também passarão por um processo de verificação pelos bancos KEB Hana e Woori, que constituem o grupo responsável pelo projeto.

De acordo com a Coindesk, até o final do ano o projeto estará em fase beta, e a decisão de comercializar o produto será tomada em 2020. Inicialmente é previsto que o sistema seja integrado à emissão de certificados de graduação em grandes universidades coreanas.

“Esperamos que seja possível provar uma identificação mais simples e mais transparente tanto on-line quanto off-line e, ao mesmo tempo, acelerar a era da auto-soberania dos dados. A utilização de certificados eletrônicos móveis pode simplificar significativamente a emissão e o envio de vários certificados”, afirma o grupo.

Como noticiado anteriormente pelo WeBitcoin, ocorreu em junho durante o CIAB Febraban a apresentação de uma plataforma blockchain focada em ID bancário para brasileiros. O sistema, criado pela IBM e CIP, é o primeiro do tipo no país.

Com a nova tecnologia, a aplicação cria um sistema de verificação de identidade, via smartphone, a partir da combinação entre o número do cartão SIM e os dados bancários do usuário, que juntos irão gerar uma espécie de ID que ficará registrada no blockchain, facilitando o acesso da rede financeira a certificações de segurança e credenciais de acessos dos clientes.

Foto de Beatriz Orlandeli
Foto de Beatriz Orlandeli O autor:

Simpatizante das criptomoedas, após cursar Arquitetura e Urbanismo, reavivou um antigo gosto pela escrita e atualmente trabalha como redatora do WeBitcoin.

biaorlandeli