EnjinCraft: novo plug-in de Minecraft permite que os jogadores gerem ativos na blockchain

Minecraft, um dos jogos mais populares do mundo, possui um novo plug-in ( EnjinCraft) que permite aos jogadores colocar ativos da blockchain diretamente em seus servidores

Construído pela startup de jogos Enjin, o EnjinCraft é um plugin de blockchain de código aberto que permite aos jogadores gerar ativos no Minecraft Java Edition sem a necessidade de escrever nenhum código. A ferramenta funciona soltando o arquivo EnjinCraft na pasta “plug-ins” do servidor do jogador, onde eles podem começar a integrar e distribuir ativos da blockchain na forma de tokens.

O plug-in marca o segundo lançamento do Enjin para Minecraft após o lançamento inicial do DonationCraft em 2013, em colaboração com a Bukkit. Agora baixado 5,1 milhões de vezes, o DonationCraft permite que os jogadores expandam seus servidores de Minecraft criando um site e uma loja de doações.

A nova oferta permite que os hosts de servidores criem suas próprias economias localizadas no Minecraft, fornecendo aos jogadores propriedade tangível sobre itens e moedas do jogo. Também permite que os jogadores negociem com segurança seus ativos de maneira ponto a ponto (P2P) através do servidor ou por meio de salas de bate-papo externas e plataformas de negociação digital, como o Enjin Marketplace.

“A EnjinCraft é o começo de uma nova era para jogos sandbox. Os jogadores agora têm uma participação tangível em seus mundos de jogos, e os proprietários de servidores podem criar novos tipos de experiências viciantes usando itens de coleção e itens com escassez e valor no universo digital ”, disse o co-fundador e CTO da Enjin, Witek Radomski.

A Enjin também lançou um kit de desenvolvimento de software de código aberto (SDK) para Java, permitindo que os desenvolvedores implementem blockchain em aplicativos móveis, desktop ou web baseados em Java.

O projeto focado em jogos está ativo este ano, tendo lançado sua plataforma de desenvolvimento na Ethereum em fevereiro. O lançamento permite que potencialmente milhões de desenvolvedores integrem ativos cripto em jogos e aplicativos sem o conhecimento prévio de codificação para blockchain.

Em abril, a Enjin anunciou que abriria sua carteira de criptomoedas para usuários chineses antes de uma expansão planejada para o país asiático, depois que ela solicitou a aprovação do Ministério da Indústria e Tecnologia da Informação da China.

Fonte: CoinDesk

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader desde 2017. Aficionado por tecnologia e entusiasta das criptomoedas, viu no WeBitcoin a oportunidade de unir duas paixões.