Ethereum Classic conclui com sucesso um novo Hard Fork

O Hard Fork Atlantis estava programado para ser lançado no verão do hemisfério norte

A Ethereum Classic concluiu recentemente seu Hard Fork Atlantis. O objetivo do Fork é aumentar sua interoperabilidade com a Ethereum. Espera-se que todos os usuários de software atualizem seus clientes para estar em sintonia com o Hard Fork. A Ethereum Classic Labs informou que o Atlantis é composto por 10 Propostas de Melhoria da Ethereum (EIPs). A atualização foi focada em melhorar a estabilidade e desempenho e adicionar códigos de operação, contratos pré-compilados, zk-SNARKs e segurança aprimorada.

Afri Schoedon, coordenadora do Hard Fork, disse: “E estamos no Atlantis. Parabéns a todos.” Yaz Khoury, diretor de relações com desenvolvedores da ETC Cooper, esteve no Twitter dizendo que essa bifurcação foi “um dos debates mais longos para chegar a consenso junto com muitas políticas de imutabilidade”. Ele acrescentou ainda que “aprendeu muito sobre a beleza da descentralização de uma comunidade distribuída. ”

O Atlantis estava programado para ser lançado no verão (do hemisfério norte), mas foi adiado por divergências, principalmente pelo EIP 170. A ETC Labs trabalhou com o Chainsafe System e a ETC Cooperative, entre outros membros da comunidade no Hard Fork. Nenhum ator individual coordenou Fork.

Anteriormente nesta semana, cerca de 60% dos nós e mais de 75% do poder de hash confirmaram a atualização. As principais exchanges, Coinbase, Poloniex, Binance, Bittrex, Kraken, Shapeshift e OKEx confirmaram com a ETC Labs que haviam atualizado seu software para dar suporte ao Atlantis.

Terry Culver, CEO da ETC Lab, informou que o Atlantis deseja trabalhar com a Ethereum. Numerosos EIPs do Atlantis estão no Ethereum há anos e devem permitir mais crossovers entre as plataformas, especialmente para dapps. Segundo ele:

“O Hard Fork mostra claramente que estamos comprometidos com a compatibilidade e o trabalho com a Ethereum. O que gostaríamos de fazer é encontrar maneiras de fazer as duas cadeias se apoiarem. ”

Fonte: FXSTREET

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader desde 2017. Aficionado por tecnologia e entusiasta das criptomoedas, viu no WeBitcoin a oportunidade de unir duas paixões.