Ethereum Classic foi vítima de um ataque 51%?

O que aconteceu com o Ethereum Classic?

De madrugada, a equipe da Ethereum Classic alertou que possíveis reorganizações da cadeia e ataques de gasto duplo estão em andamento. Eles subsequentemente pediram que as exchangesmining pools requisitassem 400 confirmações por saques e depósitos.

A equipe ressaltou que, até onde sabem, a rede ETC está operando normalmente.

Reorganizações e ataques de gasto duplo

Uma reorganização de cadeia é quando um client descobre uma cadeia maior cujos blocos discordam dos que foram anteriormente processados.

“A maior cadeia vence” é uma das regras das redes descentralizadas. A “maior cadeia” é definida por várias métricas, incluindo dificuldade (quem tem mais mineradores minerando uma determinada versão).

Ataques 51% são baseados no conceito de maior cadeia. Se um minerador tem hash power suficiente, eles podem essencialmente reescrever uma blockchain para se encaixar em suas necessidades. Eles podem pagar por produtos, serviços e até mesmo outras criptomoedas, e então escrever o histórico da blockchain para que estas transações nunca tenham acontecido.

Um ataque 51% na rede Bitcoin é provavelmente muito caro. Entretanto, o Ethereum Classic não conta com o massivo hash power que Bitcoin e Ethereum detêm. De acordo com o ETCSTATS.net, enquanto esta matéria é redigida, a rede conta com apenas 8,8 terrahash. O Bitcoin conta com 39 milhões de terrahash, enquanto o Ethereum tem 190 TH/s.

Estes números representam a quantidade de hash power necessária para conduzir uma reorganização de cadeia, ou um ataque de gasto duplo. Desta forma, é significativamente menos custoso realizar um ataque de gasto duplo ou criar uma reorganização na rede do Ethereum Classic do que em outras.

Exchanges com suporte para ETC foram avisadas

A equipe da ETC salientou que eles acreditam que tudo está bem. Entretanto, em um tweet após o primeiro, eles pediram que as mining poolsexchanges requisitassem 400 confirmações.

Eles marcaram especificamente a OKEx, exchange onde a maior parte do volume de troca da criptomoeda ocorre, juntamente com outras. Comparada a outras criptomoedas, porém, o Ethereum Classic está bem distribuído nas exchanges:

Webitcoin: Ethereum Classic foi vítima de um ataque 51%?

Aumentar o número de confirmações necessárias reduz a probabilidade de vitimização. É necessário mais hash power para cada bloco que um minerador queira publicar novamente ou apagar da blockchain. Muito caos resulta em um hard fork. A maioria da rede decida qual cadeia será levada adiante.

O Ethereum Classic vem de um hard fork por conta de um bug no Ethereum. O lendário hack da DAO fez com que alguns membros da comunidade Ethereum discordassem da decisão de hard fork, conservando a cadeia original.

Atualização: a conta do Ethereum Classic no Twitter postou uma atualização que pode fornecer clareza sobre a situação. A postagem alega que uma fabricante de hardware de cripto mineração estava testando uma leva de novos dispositivos, e começou a realizar selfish mining – é quando um minerador ou mining pool não publica e distribui uma solução válida para o resto da rede.

https://twitter.com/eth_classic/status/1082359420590288896

Fonte: CCN