Quanto você teria se tivesse investido $ 1.000 em Ethereum 5 anos atrás?

Um investimento de $ 1.000 em Ethereum 5 anos atrás teria tornado você razoavelmente rico, por assim dizer

Ethereum (ETH) é a segunda maior criptomoeda depois do Bitcoin (BTC) em termos de capitalização de mercado. A criptomoeda foi lançada em 30 de julho de 2015, com Vitalik Buterin e Gavin Wood como seus autores originais. Então, como essa altcoin se saiu na última meia década?

Ethereal Highs: Supondo que um investidor comprou $ 1.000 em ETH em 23 de dezembro de 2015, ele teria adquirido 1.162,79 unidades com preço de $ 0,86 aproximadamente.

Avance apenas três anos até 13 de janeiro de 2018, quando a ETH atingiu seu maior recorde de $ 1.432,88 e aquele investimento de $ 1000 teria se transformado em $ 1,67 milhão.

Cinco anos depois em relação ao lançamento, os $ 1.000 valeriam $ 709.740,70. Os retornos podem não ser tão impressionantes como os de 2018, mas ainda é um ganho colossal de 70.974%.

Mesmo para os primeiros investidores da ETH, a criptomoeda desencadeou uma bonança retornando 21.971,12%. O preço mais antigo conhecido para a ETH é US $ 2,77, registrado em 7 de agosto de 2015.

E quanto ao Bitcoin e às ações: os retornos do ápice da criptomoeda empalidecem em comparação com a ETH, pois o Bitcoin valorizou 5.295,16% no mesmo período. $ 1.000 teriam comprado aproximadamente 2,29 Bitcoins em 23 de dezembro de 2015, o que valeria quase $ 52.956 no momento da redação desse texto.

Do lado das ações, os investidores de Tesla Inc, Amazon.com, Inc e Apple Inc teriam obtido retornos de 1.278,85%, 2.450,02% e 391,72%, respectivamente .

A ETH está negociada em alta de 2,17% hoje, em $ 617,13 no momento da publicação, enquanto o BTC é negociado em alta de 3,54%, em $ 23.589,53.

Na terça-feira, o Grayscale Ethereum Trust fechou em alta de 7,64%, em US$ 23,40, e o Grayscale Bitcoin Trust fechou em alta de 1,43%, em US$ 30,39.

Fonte: Yahoo Finance

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader aposentado. Segue firme como entusiasta do Bitcoin e inimigo declarado das pirâmides financeiras.