Europa dá grande passo para a adoção das criptomoedas

Banco Central Europeu determina que criptomoedas não são uma ameaça

Muitos governos ao redor do mundo passaram a considerar a ideia de adotar as criptomoedas. Tal atitude leva a aceitação de ativos como Bitcoin e Ethereum como moedas reais com um valor de uso real.

Eventualmente isso irá gerar a necessidade de regulamentação e (provavelmente) uma regulamentação restrita. Entretanto, isso pode não ser algo de todo mal. A grande adoção das criptomoedas irá começar apenas quando os governos as aceitarem.

De acordo com relatos, o Parlamento Europeu (constituído por membros de estados europeus) recentemente confirmou que criptomoedas não são uma ameaça, de forma que ativos como o Bitcoin estão sendo observados e estudados com maior profundidade pelos governos locais.

“O Banco Central Europeu (ECB), líder de regulamentação financeira da Zona do Euro, publicou um relatório sobre criptomoedas e suas implicações na estabilidade financeira da região. O documento possui um posicionamento neutro em relação a ativos digitais, e afirmou que eles não são uma ameaça para a economia.”, dizia um relatório.

Comentários do banco afirmam que:

“A análise mostra que criptoativos atualmente não representam uma ameaça imediata à estabilidade financeira da área do euro. Seu valor combinado é pequeno em relação ao sistema financeiro, e suas ligações com o setor financeiro ainda são limitadas. No entanto, o setor exige cuidado e monitoramento constante, ao passo que os desenvolvimentos do mercado são dinâmicos e as ligações com o grande setor financeiro podem crescer para níveis significantes futuramente.”

Reconsiderando que as criptomoedas não são uma ameaça ao atual sistema financeiro, novas portas são abertas para grandes pesquisas no setor na Europa. Como afirma o ECB, este mercado exige uma consideração cuidadosa. O setor se desenvolve rapidamente, e caso os bancos e governos europeus queiram iniciar processos de adoção de cripto, devem estar cientes de sua volatilidade e os riscos aos quais estão associados.

Como toda interação com o blockchain, a chave é a educação. Agora, como resultado destes comentários, pode-se apenas esperar que o ECB impulsione a exploração do blockchain a um novo nível, encorajando outros governos locais a fazer o mesmo. Eventualmente, é esperado que diversos países do continente, como Malta e Suíça, adotem as criptomoedas, e talvez, com o posicionamento do Banco Central Europeu em mente, a adoção pode acontecer mais rápido do que muitos acreditam.

FONTE: CRYPTO DAILY

Foto de Beatriz Orlandeli
Foto de Beatriz Orlandeli O autor:

Simpatizante das criptomoedas, após cursar Arquitetura e Urbanismo, reavivou um antigo gosto pela escrita e atualmente trabalha como redatora do WeBitcoin.

biaorlandeli