Exchange Bitfinex decide remover saldo mínimo requerido para negociar na plataforma

Plataforma derruba limite mínimo para trade

De acordo com uma publicação oficial realizada no Twitter da Bitfinex, a exchange decidiu descartar o requisito de saldo mínimo para negociações.

“A partir de hoje (9 de abril) a Bitfinex diminuiu seu limite mínimo de patrimônio líquido de US$10.000, abrindo a plataforma de negociação mais avançada do mundo para todos.”, dizia um post no Medium.

De acordo com a plataforma, a atualização é uma resposta à “demanda esmagadora” de traders que nos últimos seis meses buscaram acesso à experiência profissional exclusiva da plataforma sem a exigência de saldo mínimo.

“Nós simplesmente não poderíamos ignorar o nível crescente de pedidos de acesso ao trade da Bitfinex de um grupo mais amplo do que a nossa base tradicional de clientes. Nos últimos seis meses nós trabalhamos duro para preparar nossa plataforma para uma nova onda de contas de clientes e agora estamos em condições de abrir a Bitfinex para uma audiência maior. Derrubando nosso requisito de saldo mínimo, o único limite agora será decidido pelos próprios traders.”, disse Jean-Louis van der Velde, CEO da Bitfinex.

Aparentemente a exchange também está engajada em aperfeiçoar e adaptar sua oferta para atender melhor “as necessidades de todos os tipos de contas”, trabalhando em projetos como um centro de suporte atualizado para promover experiências intuitivas e respostas automatizadas, um novo portal KYC (know your costumer), e ainda um sistema que fornece informações sobre todos os tokens disponíveis na plataforma “para ajudar a informar os clientes”.

Em fevereiro o WeBitcoin noticiou que a Bitfinex lançou um novo e “melhorado” aplicativo móvel para trade de criptomoedas. O app disponibiliza ferramentas como gráficos, câmbio e margem de trading, transferências entre carteiras, financiamento de margem, registro dos últimos movimentos realizados e alertas de preço.

Foto de Beatriz Orlandeli
Foto de Beatriz Orlandeli O autor:

Simpatizante das criptomoedas, após cursar Arquitetura e Urbanismo, reavivou um antigo gosto pela escrita e atualmente trabalha como redatora do WeBitcoin.

biaorlandeli