Exchange canadense alega não estar encontrando suas wallets

A plataforma entrou com um pedido de falência

Recentemente a QuadrigaCXexchange de criptomoedas baseada no Canadá, declarou que não está conseguindo encontrar suas wallets cold storage. De acordo com um aviso publicado no site da plataforma, a exchange registrou um pedido de proteção sob a Lei de Acordos de Credores de Empresas (CCAA), que trata de falências no país.

 “Durante as últimas semanas, trabalhamos extensivamente para resolver nossos problemas de liquidez, que incluem a tentativa de localizar nossas significativas reservas de criptomoedas mantidas em cold wallets, que são necessárias para satisfazer os saldos de criptomoedas de depósito dos clientes, bem como contratar uma instituição financeira para aceitar os projetos bancários que serão transmitidos para nós. Infelizmente, tais esforços não foram bem sucedidos. Outras atualizações serão publicadas após a audiência.”

Por não se classificar como banco, a plataforma garante a proteção oferecida pela CCAA.

Em 14 de janeiro foi anunciada a morte do CEO e fundador da exchange, Gerald Cotten. Mas os problemas ocorrem desde outubro do ano passado, quando a plataforma teve seus fundos congelados por um banco.

“Um documento judicial cita a plataforma de trade pedindo que a corte não ceda ao que descreveu como conjectura não verificada e infame de que as transações são questionáveis. Margaret Waddell, advogada da Quadriga, afirma que o juiz reservou sua decisão na audiência sobre o caso. O CIBC, por sua vez, se recusou a comentar o caso.”, disse David Hundeyin, da CCN.

Até a ocorrência deste mês, a exchange era a maior em volume de mercado do Canadá.

Aparentemente, os avisos públicos realizados pela empresa deixam muitos detalhes de fora. Notavelmente, esta não é a primeira vez que uma plataforma canadense passa por tal situação, visto que um caso similar ocorreu com a MapleChange.

FONTE: CCN

Foto de Beatriz Orlandeli
Foto de Beatriz Orlandeli O autor:

Simpatizante das criptomoedas, após cursar Arquitetura e Urbanismo, reavivou um antigo gosto pela escrita e atualmente trabalha como redatora do WeBitcoin.

biaorlandeli