Um exército de universitários contra fraudes com criptomoedas

CipherTrace vai oferecer créditos a estudantes para que eles ajudem clientes da empresa a recuperar perdas

A CipherTrace, empresa de análise de dados de criptomoedas com sede no Vale do Silício, está montando a CipherTrace Defenders League, uma rede de universitários treinados para rastrear fundos de criptomoedas perdidos por fraude ou roubo.

A liga de estudantes extraordinários será formada por alunos do Instituto Middlebury de Estudos Internacionais, da Middlesex University London e de nove universidades da Califórnia e do México que participam da Blockchain Acceleration Foundation (BAF), uma organização sem fins lucrativos que estimula o interesse em blockchain.

Os universitários terão acesso ao software de investigação financeira da CipherTrace, que usa dados obtidos de endereços de criptomoedas, investigações policiais e outras fontes para ajudar os clientes a identificar crimes como lavagem de dinheiro e não fugir das normas de regulamentação.

A CipherTrace vai treinar os alunos e fornecerá seu software para as universidades, permitindo que os estudantes rastreiem transações em mais de 800 moedas, incluindo Bitcoin e Ethereum. Em troca, os universitários vão prestar serviço para ajudar a recuperar perdas consideradas pequenas demais para serem investigadas pela polícia.

Pam Clegg, diretora de investigações e educação da CipherTrace, explica as vantagens da Defenders League para a empresa, que teve um aumento significativo nas solicitações de suporte investigativo e analítico para casos de fraude e roubo.

“O trabalho tem potencial para ​​produzir informações acionáveis e evidências ​​que podem ser usadas para recuperar fundos roubados e, finalmente, processar os agentes criminosos responsáveis ​​pelas perdas”, diz ela.

Perdas nada insignificantes

Embora sejam consideradas pequenas para fazer valer uma investigação policial, as perdas que estarão no foco do trabalho dos universitários nada têm de insignificantes. Segundo John Jefferies, analista financeiro da CipherTrace, o valor delas pode chegar a US$ 10 milhões. Do ponto de vista dos estudantes, a Defenders League pode ser encarada como um programa de estágio: no fim, eles receberão créditos que contam para o histórico da faculdade. A julgar pela longa lista de vagas em aberto na CipherTrace, esses alunos também podem estar bem posicionados para as ofertas de emprego da empresa.

A CipherTrace também procura outras maneiras de expandir o alcance de seu software de investigação financeira. A empresa promove eventos de treinamento de um dia na área da baía de San Francisco e em cidades como Nova York, Los Angeles, Londres, Frankfurt e Cingapura, para os interessados ​​em se tornar examinadores certificados pela CipherTrace.

Você sabe o que dizem: A melhor defesa é… Ter uma rede global de jovens que trabalharão em troca de créditos na faculdade.

* Imagem de Sasin Tipchai por Pixabay
Fonte: Decrypt

Foto de Simone Gondim
Foto de Simone Gondim O autor:

Jornalista, revisora e roteirista, apaixonada por tecnologia e especializada em conteúdo.

https://www.instagram.com