Facebook vai pagar para você desativar sua conta antes das eleições de 2020

O Facebook diz que está disposto a ‘compensar’ os usuários para participarem de um estudo para ver quanta influência eleitoral tem

facebook eleições

O Facebook vai pagar aos usuários para se desconectarem de suas contas do Facebook e Instagram nas semanas que antecedem as eleições presidenciais de 2020, em novembro. O esforço faz parte de um estudo acadêmico sobre a influência das mídias sociais nas eleições democráticas.

A pesquisa será conduzida por “cientistas de dados independentes”, e o Facebook espera algo entre 200.000 e 400.000 participantes. Os usuários que optarem pelo estudo receberão até US$ 120 pela desativação de suas contas a partir do final de setembro.

“Então o Facebook agora vai pagar às pessoas para desativar suas contas no IG e no FB antes das eleições. É parte do experimento de pesquisa anunciado na segunda-feira, mas WOW. Este aviso saiu esta semana.”

“Qualquer pessoa que optar por participar – seja completando pesquisas ou desativando o FB ou IG por um período de tempo – será compensada”, disse a porta-voz Liz Bourgeois em um tweet na semana passada. “Isso é bastante normal para este tipo de pesquisa acadêmica.”

O Facebook anunciou inicialmente a iniciativa do estudo no final de agosto, mas ela escapou do radar da maioria das pessoas até que os usuários começaram a receber convites esta semana.

Quanto a saber se você será selecionado ou não, não prenda a respiração. O Facebook diz: “Amostras de estudo serão projetadas para garantir que os participantes reflitam a diversidade da população adulta dos EUA, bem como os usuários do Facebook e Instagram”, o que significa que os participantes serão selecionados manualmente. Com apenas 400.000 escolhidos entre algumas centenas de milhões, as chances de ser um são relativamente pequenas e sujeitas a eliminação com base em critérios demográficos.

Os resultados do estudo deverão ser publicados em algum momento de 2021.

Fonte: TechSpot

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader aposentado. Segue firme como entusiasta do Bitcoin e inimigo declarado das pirâmides financeiras.