Faltando pouco mais de 6 meses para o Halving, Bitcoin está pronto para decolar

História pesa totalmente a favor do Bitcoin quando o assunto é Halving

Estamos perto, muito perto pra ser bem específico. Faltando apenas 194 dias para o próximo Halving do Bitcoin, a expectativa na comunidade cripto começa a crescer. A forte recuperação de 2019 e a defesa recente do suporte em US$ 9.000 apenas fortalecem o sentimento de otimismo para 2020.

Um interessante gráfico que colabora para o otimismo da comunidade foi trazido pelo cripto analista do Twitter, PlanB. Você pode conferir o gráfico logo abaixo:

Imagem

Dentre os principais pontos que podemos tomar nota, como os fatores fundamentalistas e crises econômicas, aqui nos atentaremos apenas no histórico positivo do Bitcoin em relação ao Halving. É possível enxergar com bastante precisão a tendência de comportamento que envolve o BTC no período pré e pós Halving.

Após um ano de 2011 marcado por uma forte correção, 2012 marcou um momento de recuperação e, na sequência, o Halving. O resultado foi uma valorização de mais de 10x em relação ao valor do ativo pré-Halving.

Em 2016 ocorreu algo parecido. Após um ano de 2014 marcado por uma forte correção e um ano de 2015 lateralizado (acumulação), o ano de 2016 foi responsável por uma alta considerável no preço durante os meses que antecediam o Halving. Após o evento, nova alta, agora de mais de 1100%.

O que nos trás para os dias atuais, com o ano de 2018 repetindo o antigo padrão de forte correção, seguido por uma recuperação e então o Halving. Ainda que 2019 tenha sido, até aqui, um bom ano para o BTC, 2020 pode trazer uma nova alta histórica para o Bitcoin.

Contudo, é importante notar que as super-altas pós Halving vistas no passado não foram instantâneas. Há de se ter paciência e lidar com as correções naturais no preço do BTC.

Caso o padrão se mantenha o mesmo, poderemos ter ainda uma leve alta até o Halving, com um rali mais abastado alguns meses após a execução dele. Quedas imediatamente após o evento também podem ser notadas por breves períodos no gráfico e não devem ser desconsideradas como boas oportunidades de compra.

*Imagem de: Pete Linforth por Pixabay

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader desde 2017. Aficionado por tecnologia e entusiasta das criptomoedas, viu no WeBitcoin a oportunidade de unir duas paixões.