Finlândia usará Bitcoin apreendido para ajudar a Ucrânia

Finlândia Bitcoin Ucrânia

Finlândia pretende doar US$ 77 milhões em Bitcoin para ajudar a Ucrânia em momento de guerra

O governo finlandês doará alguns de seus ativos de Bitcoin apreendidos para apoiar os esforços da Ucrânia em sua guerra com a Rússia. Ao longo dos anos, o país escandinavo confiscou quase US$ 77 milhões em Bitcoin de infratores.

Apesar de seus momentos de idas e vindas, a guerra Rússia-Ucrânia não parece estar perto do fim. Ao contrário da maioria dos conflitos no passado, os dois lados se confrontam sem a ajuda militar direta de aliados. No entanto, a Ucrânia continua recebendo apoio na forma de financiamento, armas, suprimentos médicos e alimentares de vários países da UE e dos EUA.

Os ativos digitais também foram uma característica essencial na guerra, pois empresas, indivíduos e governos relacionados a criptomoedas enviaram doações em Bitcoin e altcoins para o país invadido. O mais recente suporte desse tipo virá da Finlândia.

O órgão governante do país lançou várias operações contra traficantes de drogas, traficantes e outros criminosos nos últimos anos. Como resultado, apreendeu quase US$ 77 milhões em Bitcoin, e o governo está disposto a doar uma parte desse valor para a Ucrânia.

É claro que nenhum dinheiro universal é destinado dessa maneira. Mas aqui, como se mentalmente, esse dinheiro de Bitcoins é destinado para que possa ser usado para apoiar a Ucrânia.

Conforme informado por um funcionário do governo

A cobertura informava que a iniciativa havia sido discutida no início deste ano. As autoridades até pediram a confirmação do Presidente da Finlândia, Sauli Niinistö.

A decisão sobre de quanto em Bitcoin apreendido deve ir para a Ucrânia permanece nas mãos do Ministério das Finanças e do Ministério das Relações Exteriores. Alguns rumores sugeriram que a Finlândia poderia enviar o valor total. Supondo que isso aconteça, seria cinco vezes mais do que a ajuda financeira de US$ 15 milhões transferida para a Ucrânia em fevereiro.

Como poderá ser enviado os fundos

A Alfândega da Finlândia (a entidade que detém as apreensões de Bitcoin) autorizou dois provedores de serviços de ativos digitais finlandeses a servirem como corretores para a doação, Coinmotion e Tesseract.

Especificamente, as autoridades planejam dar os quase 1.890 Bitcoins a essas empresas, que posteriormente os venderão e enviarão a moeda fiduciária equivalente à Ucrânia.

Conforme disse o CFO Pekka Pylkkänen:

No momento, nosso objetivo é entregar aos corretores as moedas virtuais legais apreendidas nas mãos da Alfândega, ou seja, cerca de 1890 Bitcoins serão enviados até novembro. O dinheiro normalmente é creditado ao estado, assim como todos os outros bens que foram apreendidos pela alfândega.

Foto de Washington Leite
Foto de Washington Leite O autor:

Formado em Administração de Empresas, sou entusiasta da tecnologia e fascinado pelo mundo das criptomoedas, me aventuro no mundo do trade, sendo um eterno aluno. Bitcoin: The money of the future

WashingtonLeite_