FTX, Solana e Lightspeed anunciam fundo de US$ 100 milhões para produção de games

Em breve, grandes produções em blockchain no mercado de games serão uma realidade.

Três das maiores empresas de venture capital em criptoativos do mundo (Solana Ventures, Lightspeed Venture Partners e FTX) anunciaram um fundo de US$ 100 milhões na data de hoje (5). O valor é dedicado à produção de “jogos Web 3”, também conhecido como GameFi (financiamento de jogos que fazem uso de DeFi e tokens não-fungíveis, os NFTs).

A iniciativa tem como objetivo mesclar a indústria de games tradicionais com blockchain e criptomoedas, uma das maiores promessas dos últimos tempos.

Jogos como Axie Infinity, Bomb Crypto e Crypto Cars, por exemplo, divertem seus usuários e garantem generosas recompensas aos jogadores dedicados.

Metaverso

Amy Wu, executiva da Lightspeed Ventures, disse ao Cointelegraph que a criação de metaversos tem grande potencial econômico:

“Se (o metaverso) tiver apenas uma fração da importância de nossas vidas offline, é incrivelmente valioso. É isso que companhias Web 2, como a Meta, e empresas Web 3 estão tentando construir. Pessoas passam horas por dia jogando games, como Fortnite ou Roblox, então acredito que o metaverso nascerá de um jogo social.”

Potencial

Segundo dados do CoinMarketCap, o mercado de jogos NFT movimenta cerca de R$ 166 bilhões. Axie Infinity, o mais popular, tem capitalização de mercado de R$ 51 bilhões, cerca de 30% de todo o market cap de tokens gaming. Decentraland está atualmente em segundo lugar, com R$ 25 bilhões de capitalização de mercado.

Tendo em vista que boa parte dos projetos são completamente independentes, e ainda estão em fase beta, a entrada de grandes empresas no mercado blockchain pode criar produtos diferenciados e interessantes.

Foto de Rafael Motta
Foto de Rafael Motta O autor:

Jornalista, trader e entusiasta de tecnologia desde a mais tenra juventude. Foi editor-chefe da revista internacional 21CRYPTOS e fundador da Escola do Bitcoin, primeira iniciativa educacional 100% ao vivo para o mercado descentralizado. Foi palestrante na BlockCrypto Conference, em 2018.