Plataforma de criptomoeda paga seus funcionários em Bitcoin e deixa transparente para todos verem

Funcionários serão pagos em Bitcoin

No futuro os funcionários serão pagos em Bitcoin?

JP Richardson, CEO e fundador da Exodus , uma plataforma de carteira de criptomoedas, acredita que o Bitcoin revolucionará o mundo do dinheiro e a maneira como as pessoas conduzem o comércio. Ele tem um propósito e constrói software utilizando Bitcoin e outras criptomoedas para trazer liquidez e especulação para mercados alternativos.

Quando Richardson iniciou a empresa em 2015, ele disse que precisava baixar dolorosamente uma carteira para cada ativo. Agora ele está tornando “bonito e fácil” manter um portfólio de ativos criptográficos. A “carteira” é essencialmente um software que permite aos usuários armazenar moedas digitais. O fundador aponta que sua plataforma é única, pois os usuários têm controle total sobre a chave privada necessária para acessar sua moeda, o que dificulta o roubo de seus ativos digitais por hackers.

A Exodus tem a missão de capacitar metade do mundo a sair do sistema financeiro tradicional até 2030, criando uma carteira de software com vários ativos que remove o “requisito geek” e mantém o design como prioridade para tornar as criptomoedas e os ativos digitais fáceis para todos.

A ‘wallet’ permite que os usuários protejam, gerenciem e troquem criptomoedas como Bitcoin, Ethereum, a partir de uma carteira atraente e fácil de usar. A funcionalidade não custodiante é criptografada localmente nos próprios dispositivos dos usuários, garantindo privacidade, segurança e controle total sobre seu patrimônio.

Funcionários são pagos em Bitcoin

Richardson tem uma maneira única e progressiva de administrar sua empresa. Para atualizar um velho ditado, Richardson está colocando seu Bitcoin onde está a boca. Sua plataforma paga seus mais de 250 funcionários em Bitcoin. Ele recebe seu pagamento dessa maneira também. A empresa optou pelo padrão Bitcoin para mostrar compromisso com a causa e otimizar a folha de pagamento de sua força de trabalho global.

Embora seja necessário receber o pagamento em Bitcoin , os funcionários são livres para vender todo ou parte do ativo digital, se quiserem. Ele entende que todo mundo tem sua própria situação financeira. Algumas pessoas podem manter o pagamento Bitcoin para sempre esperando que o valor continue a crescer. Outros podem ter obrigações como hipotecas, pagamentos de mensalidades da faculdade e outras despesas que precisam ser financiadas e é necessário vender parte da criptomoeda. A empresa oferece consultoria tributária para ajudar os trabalhadores em suas transições no Bitcoin.

O crescente movimento ‘seja pago em criptomoeda’

A inflação está fora de controle, há uma tendência de Grande Demissão com milhões de pessoas deixando seus empregos e empresas travando uma guerra por talentos para encontrar, atrair, recrutar e reter trabalhadores. O valor do dólar se degradou à medida que a inflação disparou 7%. Bitcoin e outras criptomoedas se tornaram uma alternativa atraente para as pessoas melhorarem sua situação financeira.

Estrelas do esporte , políticos e outras pessoas de alto perfil vêm solicitando sua compensação em ativos digitais. Eles apontam que, se você for pago em dólares americanos, à medida que a inflação aumenta, o valor do seu salário diminui.

É possível converter seu salário em criptomoedas. Leva apenas alguns passos. Primeiro, descubra através do departamento de recursos humanos se o sistema de folha de pagamento oferece uma opção de pagamento em criptomoeda. Em seguida, decida a quantidade de dinheiro que você gostaria de transformar em ativos digitais. Você pode querer realizar a devida diligência nos vários tokens antes de selecionar um. Configure uma conta com uma carteira digital em uma exchange de criptomoedas para seu empregador enviar os fundos para a plataforma. Pode haver taxas e custos envolvidos, então verifique isso também.

O quarterback Aaron Rodgers anunciou que queria receber em Bitcoin, no início de novembro. Na época, a moeda custava mais de US$ 60.000 — agora está sendo negociada abaixo desse valor, pairando abaixo de US$ 40.000.

A estrela da NFL Odell Beckham Jr. assinou um contrato de um ano com um salário base de US$ 750.000 e bônus que podem chegar a US$ 4,25 milhões. O wide receiver da NFL disse que estava recebendo todo o seu salário em Bitcoin . Ele teria convertido um salário de US$ 750.000 em bitcoin e pode ter perdido o equivalente a quase US$ 350.000, de acordo com uma análise da MarketWatch . Embora o preço do bitcoin tenha se recuperado um pouco, ele não se recuperou totalmente e permanece extremamente imprevisível. Se o preço não se recuperar, ele ainda terá que pagar impostos sobre sua renda no valor de $ 750.000.

Isso é algo que você precisa ter em mente. Se você recebe $ 100 e cai para $ 50, o IRS não se importa com a perda e você é tributado sobre o valor pago. Seu contador pode ajudar a oferecer orientação e conselhos sobre como lidar e relatar essas amplas flutuações de valor.

Saquon Barkley, um running back da NFL, anunciou em julho de 2021 que colocaria todos os seus ganhos de endosso – totalizando cerca de US$ 10 milhões – em Bitcoin. O Washington Examiner relatou que “Barkley explicou que seu objetivo é alcançar riqueza semelhante a Kevin Durant, Lebron James e Tom Brady, mas disse que não é possível apenas economizar por causa da inflação”. Ele acrescentou: “Você vê a inflação, vê o quão alto está agora e aprende que não pode economizar para a riqueza” e “É por isso que vou receber meu dinheiro de marketing em Bitcoin”.

Trevor Lawrence, a escolha número um do draft de 2021, e agora o quarterback do Jacksonville Jaguars, fez uma parceria com o aplicativo de criptomoeda Blockfolio para anunciar que faria sua assinatura de aproximadamente US$ 24 milhões com a empresa. Ele converterá o dinheiro em Bitcoin, Ethereum, Solana e outros ativos digitais, de acordo com o USA Today .

Francis Suarez, prefeito experiente em tecnologia de Miami, disse em novembro que aceitaria seus US$ 97.000 em bitcoin. Suarez prevê a possibilidade de construir um hub de tecnologia em Miami. Liderando pelo exemplo, Suarez busca expandir o uso e a aceitação de criptomoedas em sua cidade e atrair talentos e empresas de tecnologia para o sul da Flórida. “Para que qualquer cidade sobreviva e prospere, precisamos de uma economia baseada no conhecimento”, disse ele à Bloomberg .Suarez acrescentou:

“Quando os governos estão gastando tanto dinheiro como estão, quando você tem inflação no ponto em que está, quando você tem gastos excessivos no governo e gastos deficitários, tudo isso empurra a favor de um aumento no preço de Bitcoin” e “Por isso me sinto muito confortável recebendo todo o meu salário em bitcoin”.

Eric Adams, o prefeito da cidade de Nova York, anunciou que receberia seus três primeiros contracheques em criptomoedas. Ele converteu seu primeiro salário quinzenal em bitcoin e ethereum. Quando perguntado na CNBC sobre perder dinheiro com a decisão, ele disse: “o objetivo do Bitcoin é enviar uma mensagem de que NYC está aberta à tecnologia.

Remoto primeiro

Em outro movimento interessante, há o “remote-first company” – empresas que permitem que os empregados trabalhem fora da companhia parte do tempo ou o tempo todo. Richardson entende que há grandes talentos em todos os lugares. Isso pode ser devido, em parte, ao fato de ele ter aberto uma empresa em seu estado natal, Nebraska. Fica longe do Vale do Silício e Wall Street, e simpatiza com as pessoas que sabem como podem perder grandes oportunidades devido ao local onde vivem. A política internacional de contratação remota nivela o campo de atuação. .

Transparência Salarial

O salário de todos é totalmente divulgado. A quantidade de Bitcoin nos livros da empresa também está aberta para as pessoas verem (Blockchain rules). A natureza pública do Bitcoin significa que os salários da Exodus são transparentes para outros funcionários. Isso serve como um incentivo. As pessoas podem pedir um aumento proativamente ou o que precisa ser feito para aumentar sua remuneração.

O Exodus procura atrair aqueles que se dedicam ao movimento DeFi. Em um mercado de trabalho apertado, especialmente para talentos de tecnologia , ser pago em Bitcoin, ter transparência salarial, recrutar qualquer pessoa de qualquer lugar. Tudo isso, mostra o diferencial da empresa.

Foto de André Cardoso
Foto de André Cardoso O autor:

André , ariano, engenheiro, empreendedor, trader de criptos profissional, palestrante e professor. Adora números, gráficos e aprender coisas novas.

andre.cardoso.btc/