Gastos com videogame atingem recorde durante pandemia

Videogame tem sido uma forte válvula de escape contra o tédio da pandemia

Os gastos dos consumidores norte-americanos com videogame atingiram o nível mais alto de todos os tempos no primeiro trimestre, quando os jogadores pareciam abafar o tédio enquanto eram obrigados a ficar em casa para diminuir a propagação da Covid-19. O NPD Group disse que ganhos foram observados em praticamente todas as categorias, incluindo jogos digitais para PC e console, bem como downloads móveis, gastos com assinaturas, hardware e acessórios.

Nos três meses findos em 31 de março, a indústria de videogames dos EUA gerou US$ 10,86 bilhões em receita total. Isso representa um aumento de nove por cento em comparação com o mesmo período do ano anterior, de acordo com o relatório Q1 2020 Games Market Dynamics do The NPD Group.

O conteúdo de videogame (software) representou US$ 9,58 bilhões do total, um aumento de 11% ano a ano.

Doom Eternal, Call of Duty: Modern Warfare, Minecraft e Animal Crossing: New Horizons estavam entre os títulos mais vendidos durante o trimestre.

Do lado do hardware, os fabricantes de consoles arrecadaram US$ 733 milhões, liderados por fortes vendas do Nintendo Switch, que continua quase impossível de encontrar no varejo.

A Nintendo está bem ciente da escassez, recentemente prometendo aumentar a produção em 10% para ajudar a lidar com a demanda. Mesmo assim, com os pedidos de lockdown seguem impactando a fabricação nas principais regiões, de modo que o estoque pode permanecer apertado por mais algum tempo. Isso levou alguns a encontrar soluções inteligentes para colocar as mãos em um sistema.

Enquanto isso, as vendas de acessórios aumentaram um por cento no trimestre, para US$ 503 milhões.

Fonte: TechSpot

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader desde 2017. Aficionado por tecnologia e entusiasta das criptomoedas, viu no WeBitcoin a oportunidade de unir duas paixões.