Goldman Sachs e CEO da Galaxy Digital investem US$15 milhões em serviço de custódia de criptomoedas

O investimento poderá atrair investidores mais ricos futuramente

De acordo com a Bloomberg, a Goldman Sachs e o atual CEO da Galaxy Digital, Mike Novogratz, recentemente investiram na BitGo, serviço de custódia de criptomoedas.

A BitGo é uma empresa americana fundada em 2013. Em setembro deste ano, a companhia recebeu uma carta destinada à empresas de confiança do estado da Divisão de Bancos da Dakota do Sul.

Leia mais: Instituição de caridade canadense aceita somente doações em Bitcoin Cash

Aparentemente, a parceria resultou no investimento de US$15 milhões, quase um quarto do capital gerado pelos fundos da série B da BitGo (US$58,5 milhões). Os investimentos podem ajudar a BitGo a atrair investidores mais ricos futuramente, de acordo com a Bloomberg.

De acordo com a mídia, a Goldman Sachs já considerou desenvolver o próprio sistema de custódia de criptomoedas. Aparentemente, a empresa planeja oferecer diversos produtos relacionados ao setor “em resposta ao interesse do cliente”.

Recentemente, o banco liderou uma rodada de financiamento estratégico de mais de US$20 milhões para uma startup chamada Veem, que aprimora a eficiência no pagamento de pequenas empresas por meio de contabilidade digital.

Leia mais: Comitê de políticas tributárias japonês quer simplificar impostos sobre criptomoedas

FONTE: COINTELEGRAPH