Goldman Sachs forma equipe de trading de criptomoedas

Goldman Sachs caindo de cabeça nas criptomoedas

O gigante bancário norte-americano Goldman Sachs informou que está iniciando sua própria equipe de trading de criptomoedas, de acordo com um memorando interno obtido pela CNBC.

O memorando – que foi redigido pelo sócio do Goldman Rajesh Venkataramani – afirma que a equipe fará parte da unidade de moedas globais e mercados emergentes (GCEM) do Goldman:

“Tenho o prazer de anunciar a formação da equipe de trading de criptomoedas da empresa, que será nossa mesa centralizada para gerenciar o risco de criptomoedas para nossos clientes. A equipe de trading de criptomoedas fará parte da Global Currencies and Emerging Markets (GCEM), reportando-se a mim, dentro do esforço de Ativos Digitais da empresa liderado por Mathew McDermott.”

O Goldman lançou um painel de Ativos Digitais nesta quinta-feira para fornecer aos seus traders acesso a dados e notícias cripto do mercado.

Venkataramani diz que a equipe recém-formada já negociou contratos a termo de não entrega lastreados em Bitcoin e futuros de Bitcoin do CME Group.

Goldman não vai parar por aí

O Goldman planeja continuar ampliando sua presença no mercado de criptomoedas, de acordo com o memorando:

“Olhando para o futuro, à medida que continuamos a ampliar nossa presença no mercado, embora de forma comedida, estamos integrando seletivamente novos provedores de liquidez para nos ajudar na expansão de nossa oferta.”

O banco decidiu reiniciar sua mesa de negociação de criptomoedas originalmente arquivada em março, sinalizando que se tornaria maior em Bitcoin explorando a custódia de criptomoedas e um fundo negociado em bolsa.

No mês passado, o CEO da Goldman Sachs, David Solomon, disse que esperava uma grande evolução no espaço das criptomoedas quando se trata de regulamentações.

Fonte: U.Today

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader aposentado. Segue firme como entusiasta do Bitcoin e inimigo declarado das pirâmides financeiras.