Governo russo diz que criptomoedas podem comprometer arrecadação de impostos

Responsável pelo Serviço de Impostos Federais da Rússia acredita que as criptomoedas serão utilizadas para evasão fiscal.

Daniil Egorov, presidente do Serviço de Impostos Federais da Rússia, não está muito contente com a adoção das criptomoedas. De fato, ele acredita que elas podem ser potencialmente utilizadas para escapar da cobrança de impostos.

Segundo Egorov, o problema pode acontecer de maneira “sistêmica”, ainda que não tenha entrado em detalhes a respeito.

Em reportagem publicada no portal RBC, o responsável afirma que “houve um aumento significativo da arrecadação tributária, em boa parte por conta da retomada do crescimento da economia”. As criptomoedas, portanto, poderiam afetar o bom desempenho arrecadatório da Rússia.

Quando questionado sobre “esquemas inovadores” de sonegação fiscal, Egorov mencionou as criptomoedas:

“Estamos de olho neste mercado e acreditamos que este sistema de pagamentos pode causar uma erosão na base de impostos.”

Tem cripto? Pague

De acordo com a legislação russa, criptomoedas são passíveis de taxação. Contudo, as coisas ainda não estão muito claras para a população: o presidente Vladimir Putin aprovou a medida, porém, os detalhes a respeito da taxação ainda não foram definidos por completo.

A lei que determina de que forma os lucros oriundos de criptomoedas devem ser taxados passou em uma audiência no Parlamento, em fevereiro, mas não houve avanços desde então.

Blockchain na Rússia

Egorov informou que o Serviço de Impostos Federais está fazendo uso de blockchain para armazenar cartas de procuração eletrônicas. Contudo, mais detalhes a respeito da inovação não foram mencionados pela autarquia.

A CoinDesk solicitou informações a respeito do projeto em blockchain utilizado pelo governo russo.

Foto de Rafael Motta
Foto de Rafael Motta O autor:

Jornalista, trader e entusiasta de tecnologia desde a mais tenra juventude. Foi editor-chefe da revista internacional 21CRYPTOS e fundador da Escola do Bitcoin, primeira iniciativa educacional 100% ao vivo para o mercado descentralizado. Foi palestrante na BlockCrypto Conference, em 2018.