Grande fornecedora de energia da Coréia usará a tecnologia Blockchain para desenvolver sistema “eco-friendly”

Será utilizada uma “célula de combustível adicional” como fonte de energia

De acordo com um comunicado, a KEPCO, maior fornecedora de energia da Coréia, irá utilizar o blockchain, entre outras soluções, para o desenvolvimento de uma grade micro (MG) de última geração.

 Atualmente o valor de mercado da corporação gira em torno de US$15,9 bilhões, sendo que o governo da Coréia do Sul e o Banco do estado detêm participação majoritária. De acordo com a mídia local, a empresa possui o “monopólio virtual” sobre a geração e distribuição de energia no país.

Segundo a KEPCO, o “Open MG” supostamente aproveitará o blockchain e outras tecnologias para aprimorar a infraestrutura energética, especialmente para a economia de hidrogênio local.

Para atingir este objetivo, a corporação tem em mente a descentralização, digitalização e descarbonização, de acordo com o comunicado. Estas seriam as principais “tendências” que impulsionam o futuro do setor.

Aparentemente, os modelos anteriores de MG possuíam dificuldade em fornecer energia estável, pois eram abastecidos por energia solar, eólica e sistemas de armazenamento.

Para solucionar o problema, a corporação utilizará uma “célula de combustível adicional” como fonte de energia. O novo processo supostamente aumentará a eficiência energética sem a emissão de gases nocivos à natureza.

Recentemente a KEPCO se aliou ao maior banco japonês para desenvolver uma pesquisa conjunta sobre possíveis usos do blockchain no fornecimento de eletricidade distribuída.

No início do mês, o WeBitcoin noticiou que o governo sul-coreano decidiu triplicar o orçamento voltado ao desenvolvimento da indústria blockchain e tecnologia de contabilidade distribuída em 2019. 

FONTE: COINTELEGRAPH

Foto de Beatriz Orlandeli
Foto de Beatriz Orlandeli O autor:

Simpatizante das criptomoedas, após cursar Arquitetura e Urbanismo, reavivou um antigo gosto pela escrita e atualmente trabalha como redatora do WeBitcoin.

biaorlandeli