SBI Holdings lança a primeira exchange do Japão apoiada por um banco

A gigante japonesa do ramo financeiro, SBI Holdings, anunciou hoje que sua exchange já está em funcionamento, após meses de espera por conta de questões de segurança.

Leia mais: Porto de Abu Dhabi lança primeira solução doméstica em blockchain do ramo logístico

Com o nome de VCTRADE, o serviço está disponível apenas para usuários que fizeram um pré-registro na plataforma em outubro do ano passado, afirmou a companhia em um anúncio, esperando que a plataforma esteja disponível para um público maior já no mês que vem.

Ademais, a SBI disse que como primeiro passo, a VCTRADE focará na troca de XRP, token nativo do protocolo Ripple. Após esse primeiro passo, a exchange sequencialmente adicionará suporte para bitcoin e bitcoin cash, embora uma linha do tempo inicial para tais ações ainda não esteja disponível.

Talvez a decisão não seja inteiramente surpreendente, tendo em vista que a SBI Holdings já trabalha em um sistema piloto de emissão com a Ripple, utilizando registros distribuídos para fazer pagamentos entre países.

Leia mais: Ether avança 4%, mercado apresenta ligeira recuperação

A SBI Holdings estabeleceu sua subsidiária – SBI Virtual Currencies – em outubro de 2016, em um esforço para lançar a primeira exchange totalmente apoiada por uma grande instituição financeira.

A plataforma então finalizou seu registro com a Agência de Serviços Financeiros (FSA) do Japão em setembro do ano passado, embora tenha anunciado em fevereiro deste ano que sua abertura seria postergada, por conta da necessidade de lidar com problemas de segurança levantados após o hack da Coincheck.

O novo serviço surge após a SBI Virtual Currencies cancelar em março sua parceria com a exchange Huobi, na qual a plataforma utilizaria os recursos financeiros e tecnológicos da exchange de Hong Kong para lançar a VCTRADE.

Leia mais: Empresa de jogos indie, Fig, adquire empresa desenvolvedora de blockchain do Reino Unido

Fonte: CoinDesk