Há solução? Criptomoedas se esforçam para registrar ganhos em fase negativa

Por dois dias seguidos, o mercado tem demonstrado dificuldades para registrar um resultado positivo. Hoje, 30 de janeiro, as principais criptomoedas, como o Bitcoin e o Ethereum, registraram cerca de 5% de queda em seu preço.

Adesão às criptomoedas

Conforme já relatado anteriormente, a atual tendência de preços do Bitcoin e do Ethereum não refletem com precisão o desempenho de ambas as criptomoedas em termos de atividades de usuários, base de usuários e adesão às moedas. Nesta semana, duas das maiores varejistas da Ásia anunciaram que aceitarão o bitcoin e outras criptomoedas, incluindo o Ethereum, o Bitcoin Cash, e o Litecoin.

Em especial, a plataforma sul-coreana de e-commerce, WeMakePrice, deu início ao processo de integração de 12 criptomoedas listadas pela Bithumb. Dentro de algumas semanas, milhões de usuários ativos na WeMakePrice serão capazes de utilizar o bitcoin e outras 11 criptomoedas.

Na semana passada, o presidente da Starbucks, Howard Schultz, afirmou que se as criptomoedas não puderem ser adotadas por varejistas e comerciantes, elas não se tornarão legitimas moedas em circulação. No entanto, apesar da forte volatilidade presente na maioria das principais criptomoedas, alguns dos maiores varejistas da Ásia já começaram a integrar o Bitcoin e o Ethereum.

No momento, o Bitcoin tem processado aproximadamente 250.000 transações por dia, enquanto o Ethereum processa mais de 1.2 milhão de transações em uma base diária. Levando em conta que a atual quantidade de comerciantes que aceitam criptomoedas é muito baixa, a integração das duas moedas por parte de grandes varejistas poderá aumentar significativamente seus volumes de transação.

Leia mais: Governo estadunidense afirma que Bitcoin é um fork do Bitcoin Cash

Nem tudo está perdido

No entanto, a demanda por criptomoedas tem aumentado rapidamente. Como evidência de tal aumento, a plataforma de negociações da Robinhood já possui 1 milhão de usuários em sua lista de espera. Binance, a maior exchange do mercado, acrescentou 6 milhões de usuários nos últimos 6 meses, consequentemente, se tornando a startup com o crescimento mais rápido da história.

Além disso, o mercado teve uma taxa de crescimento exponencial nos últimos meses.  Em 2017, o preço do Ripple aumentou em 330x, o Ethereum em 150x e o bitcoin em 19x. Na maioria das vezes, investidores cripto apenas visam aumentos exponenciais no preço das criptomoedas, enquanto menosprezam a importância das correções.

Correções a curto prazo permitem que o mercado se fortaleça, fazendo com que investidores temporários abandonem o mercado. Por causa desta retração que já perdura por uma semana, muitos especuladores abandonaram o mercado, deixando apenas investidores de longo prazo. Isso tem se tornado evidente pela diminuição no volume de negociações diárias na maioria das criptomoedas.

Tendência a curto prazo

Normalmente, o preço das criptomoedas tende a aumentar após uma correção ou uma retração a curto prazo. Apesar de não ser o caso de Janeiro, é importante levarmos em conta dois fatores essencias para a recuperação de mercado: restituição fiscal e exchanges sul-coreanas.

Em fevereiro, cidadãos e residentes americanos recebem suas restituições fiscais. O que resultará em milhares de dólares inesperados a serem investidos ou aplicados em poupanças. Com o aumento da aceitação de criptomoedas, é provável que uma grande parte das restituições fiscais sejam investidas no mercado cripto.

Nesta semana, as exchanges sul-coreanas abrirão inscrições para novos investidores e comerciantes, o que pode resultar em um aumento no volume de negociações.

Fonte: CCN.com

Foto de Andre Cardoso
Foto de Andre Cardoso O autor:

André , ariano, engenheiro, empreendedor, trader de criptos profissional, palestrante e professor. Adora números, gráficos e aprender coisas novas.

andre.cardoso.btc/