Hackers invadem HBO, pedem resgate em Bitcoins e ameaçam publicar a série Game of Thrones

6 milhões em Bitcoins ou . . .

No dia 31 de julho, foi noticiado que uma invasão cibernética atingiu a HBO. Os hackers por trás do ataque estão exigindo o equivalente a US $ 6 milhões em bitcoin e afirmam que se eles não receberem o pagamento, eles liberarão 1,5 terabytes de dados que roubaram da empresa.

Os dados incluem scripts e outros conteúdos da série de sucesso Game of Thrones, bem como informações confidenciais armazenadas em pastas denominadas “Orçamento”, “Legal”, “Licenciamento e Varejo” e muito mais.

Para provar que eles realmente hackearam a HBO, os hackers divulgaram cerca de 3-4 gigabytes de dados, que incluíram uma lista de senhas de administrador de rede e também um mês de e-mails retirados da conta do vice-presidente da rede para programação de filmes, Leslie Cohen.

Leia também: As 5 tecnologias que precisamos para mudar o mundo

O hacker ou grupo de hackers, apelidado de “Mr. Smith”, fez suas demandas através de um vídeo de cinco minutos que foi incluído no despejo de dados. Com o texto branco que se deslocava sobre um fundo preto, eles entregaram sua mensagem onde disseram à HBO para pagar o resgate e que caso contário 1.5 terabytes de dados importantes – incluindo séries inteiras – serão divulgados online.

Os hackers exigiram “6 meses de salário em bitcoin” que, segundo eles, significa cerca de US $ 6 milhões. Eles afirmam fazer entre US $ 12 milhões a US $ 15 milhões por ano chantageando organizações cujas redes conseguem acessar. Os hackers alegaram que só irão lidar diretamente com o CEO da HBO, Richard Plepler, e que enviarão os detalhes do pagamento somente uma vez.

A HBO já reconheceu que a “informação proprietária” foi roubada e afirmou que está investigando o ataque junto com especialistas em segurança cibernética e policiais. No entanto, a rede não acredita que seu sistema de e-mail tenha sido comprometido.

Os hackers afirmam usar explorações do dia zero

De acordo com o AP, o texto no vídeo foi escrito em inglês com falhas e fluentes que usavam muitas referências de cultura pop. Neles, os hackers alegaram que demorou seis meses para violar a rede da HBO.

Nos 3-4 gigabytes de dados divulgados, os documentos considerados confidenciais foram vazados, incluindo uma planilha de reivindicações legais contra a rede e cartas de oferta de trabalho para os principais executivos da HBO.

O vídeo acrescenta ainda que os hackers gastaram meio milhão de dólares por ano em exploits do “dia zero” que lhes permitem entrar em redes aproveitando as falhas que a Microsoft e outras empresas ainda não corrigiram. Também afirmam que a HBO é a 17ª vítima, e que apenas três alvos se recusaram a pagar até agora.

De acordo com a Variety, a empresa de segurança da Internet IP Echelon foi contratada para esconder os arquivos vazados dos resultados de pesquisa na Internet, de modo que o dano seja minimizado. A empresa enviou uma notificação DMCA para o Google, uma vez que, de acordo com os relatórios, o vazamento incluiu “milhares de documentos internos da empresa Home Box Office (HBO)”.

FONTE: Cryptocoins News