Para que o sistema volte, hackers exigem pagamento em Bitcoin

Uma cidade localizada na província de Ontário no Canadá teve seu sistema computacional invadido por hackers. Para restaurar a rede, as autoridades devem pagar o “resgate” em Bitcoin.

O sistema de Midland esteve desativado por aproximadamente 2 dias. Neste período a cidade foi prejudicada nos serviços de email, processos de pagamento e até mesmo processos matrimoniais.

WeBitcoin: Cidade Canadense pagará quantia em Bitcoin para hackers restaurarem o sistema computacional

Leia mais: Estudo revela que 9 a cada 10 altcoins plagiam 90% de seus códigos

As autoridades já começaram a pagar o resgate, mesmo que a quantia total ainda não tenha sido revelada.

Sob a orientação de especialistas em segurança cibernética, iniciamos o pagamento do resgate em troca das chaves de decodificação“, informa um comunicado do Conselho da cidade. “(…) é de nosso interesse trazer o sistema de volta o mais rápido possível. A cidade possui uma apólice de seguro para cobrir tais circunstâncias.

Em síntese, invadir sistemas e pedir resgate em criptomoedas tem se tornado uma tendência entre hackers.

De acordo com estudos de universidades americanas, uma quantia de aproximadamente US$25 milhões foi utilizada em resgates de sistemas nos últimos 2 anos. A maioria foi paga em Bitcoin.

Leia mais: Chineses criam método para burlar proibição do trading de criptomoedas

FONTE: CCN



As melhores taxas e transações em tempo real, só na 3xbit.


Comece agora 3xbit.com.br!