Hashrate do Bitcoin controlado por empresas de capital aberto atinge 19%

Hashrate

Participação do hashrate do Bitcoin no controle de empresas de mineração de capital aberto subiu para 19% recentemente

De acordo com o relatório semanal da Arcane Research, a quantidade de hashrate do Bitcoin controlada por empresas de capital aberto observou um aumento acentuado no ano passado.

O “hashrate” é um indicador que mede a quantidade total de poder de computação conectado à rede Bitcoin.

A distribuição do hashrate pode nos dizer o quão descentralizada a rede blockchain está atualmente. Se uma grande quantidade do poder de computação for de propriedade de uma única entidade, a criptomoeda terá menor descentralização.

Por outro lado, uma grande quantidade de entidades independentes controlando o hashrate tornaria a rede mais descentralizada.

Blockchains de criptomoedas com alto grau de descentralização geralmente são mais resistentes a ataques maliciosos na rede.

Hoje, existem muitas empresas de capital aberto cujo principal negócio é possuir grandes fazendas de mineração de Bitcoin com um grande número de mineradores.

A atração das ações de mineração dessas empresas é que elas oferecem uma maneira alternativa de obter exposição ao Bitcoin para investidores tradicionais.

A representação gráfica abaixo mostra como o hashrate coletivo dessas empresas públicas de mineração de Bitcoin mudou desde janeiro do ano passado:

Arcane
Valor da métrica observou um aumento ao longo do período – Fonte: Arcane Research – Semana 13, 2022

Como demonstrado no gráfico acima, a participação do hashrate do Bitcoin controlado por essas mineradoras era de apenas 3% em janeiro de 2021.

Desde então, o indicador tem observado um aumento acentuado e agora está em torno de 19%. Há algumas razões por trás dessa tendência.

Em janeiro de 2021, havia apenas algumas empresas públicas desse tipo, mas hoje esse número subiu para 26. Muitas empresas privadas abriram capital nesse período e, portanto, contribuíram para essa trajetória ascendente.

Outra razão seria que as empresas públicas têm mais acesso ao capital e, portanto, podem expandir suas fazendas mais rapidamente do que as mineradoras privadas.

Embora essa participação de 19% seja composta por várias empresas, alguns dos maiores mineradores estão ganhando mais controle do hashrate.

O relatório observa que essa tendência de alta provavelmente continuará no futuro próximo, o que significa que a rede pode continuar a ficar menos descentralizada com o tempo.

No momento da redação deste artigo, o preço do Bitcoin flutua em torno de US$ 43961 mil, com uma queda de 3,95% nas últimas 24 horas e perda semanal de 6,86% e ganho de 16,71% mensal, possuindo um Market Cap de US$ 834 mil.

Foto de Washington Leite
Foto de Washington Leite O autor:

Formado em Administração de Empresas, sou entusiasta da tecnologia e fascinado pelo mundo das criptomoedas, me aventuro no mundo do trade, sendo um eterno aluno.Bitcoin: The money of the future

WashingtonLeite_