Hashrate do Bitcoin continua caindo próximo ao halving

Queda no preço do Bitcoin, entre outros fatores, pode ter colaborado com a recente diminuição no hashrate da criptomoeda.

O hashrate do Bitcoin vem caindo desde sua máxima histórica à medida que mineradores parecem estar desligando máquinas mais antigas dada a queda no preço da criptomoeda.

De acordo com dados do CryptoCompare, o hashrate do BTC caiu de sua máxima nos 137 milhões TH/s para cerca de 75 milhões TH/s no momento que esse artigo era escrito, uma significante queda de aproximadamente 45%.

O hashrate da rede começou a cair logo após o preço do bitcoin ter falhado em ultrapassar a marca dos 10.000 dólares no começo deste ano.

hashrate do bitcoin
Fonte: CryptoCompare

Quais são os cenários que contribuem para essa queda?

O preço do bitcoin caiu bastante entre os dias 12 e 13 de março, de um topo nos 7.300 dólares para menos de 4.000 dólares antes de uma recuperação, após a Organização Mundial de Saúde ter declarado a epidemia da COVID-19 como uma pandemia e todos os principais índices econômicos americanos terem entrado em bear market.

No momento da redação deste artigo, a criptomoeda estava sendo negociada na faixa dos 6.600 dólares e sua capitalização total de mercado estava nos 121 bilhões de dólares.

Durante o recente colapso no mercado, há duas semanas, o cripto mercado como um todo perdeu cerca de 93 bilhões de dólares, visto que a maioria das criptomoedas despencou depois que o BTC começou a cair.

O hashrate também está caindo pois os mineradores estão atualmente meio que lutando para lucrarem e a taxa, como visto acima, vinha crescendo gradualmente durante os últimos três anos, dadas as apostas dos mineradores no BTC.

O halving, evento iminente que diminuirá as recompensas por bloco pela metade (de 12.5 para 6.25 BTC), provavelmente contribuiu também para o aumento no hashrate, uma vez que os mineradores estão competindo para produzir tanto bitcoin quanto for possível antes que sua inflação caia.

Como resultado da queda no hashrate, a dificuldade de mineração na rede do Bitcoin teve recentemente a segunda maior queda na história da criptomoeda. Informações disponíveis mostram que a dificuldade de mineração da moeda caiu cerca de 16%, de to 16.55 trilhões (T) para 13.91 T.

Em 2017, para efeito de comparação, a dificuldade de mineração estava em 1.87 T quando o preço do bitcoin atingiu sua nova máxima histórica perto da marca dos 20.000 dólares.

Fonte: Cryptoglobe