Hashrate dos pools de mineração das exchanges subirá após o halving?

Halving do Bitcoin acontece hoje (11) e pode trazer mudanças profundas na dinâmica de mineração do BTC

A indústria de mineração de Bitcoin teve um forte crescimento recente devido a um aumento na tecnologia de mineração. A posição da China desde o início colocou o país na vanguarda desta indústria. Embora isso tenha causado debates sobre a centralização da mineração, a posição da China é incontestável. Com a entrada de pools de mineração orientados por exchanges e o halving previsto para acontecer em algumas horas, os pools controlados por exchanges podem aumentar sua participação no hashrate.

Recentemente a Binance anunciou o lançamento do Binance Pool e Huobi também. Desde o seu lançamento, ambos os pools subiram nas tabelas de classificação. A Binance alcançou as 10 primeiras posições, entretanto, foi por um breve momento. Atualmente, o pool da Binance está contribuindo com cerca de 1,6% do hashrate Bitcoin, enquanto a Huobi com 4,8%

mineração pré-halving

Fonte: BTC.com

 

Nas últimas 24 horas, o Binance Pool contribui com 0,6% do hashrate, enquanto a Huobi, com 3,4%. Comparando isso com a contribuição do hashrate há 3 dias, o hashrate da Huobi diminuiu 8%, enquanto o da Binance 53%.

Essa redução pode ser explicada pela queda de preço ocorrida em 10 de maio, fazendo com que longs no valor de US$ 250 milhões fossem liquidados. Além disso, essa queda de preço criou uma das maiores lacunas nos gráficos dos Futuros de Bitcoin da CME.

A queda no hashrate dos pools é diferente e pode-se supor que os mesmos tenham mineradoras com máquinas menos eficientes, como a mineradora S9 da Bitmain, que está sendo muito usada em locais com acesso a eletricidade barata. Como a queda no hashrate da Binance é maior em comparação com a Huobi, isso pode indicar que equipamentos de mineração mais ineficientes estão presentes no pool de mineração da Binance.

Fonte: BTC.com

 

Contudo, uma observação interessante é que, para os principais pools de mineração, F2Pool e Poolin, sua participação no hashrate aumentou durante os últimos três dias, enquanto a participação dos pools de mineração controlados por exchanges caiu. Deve-se notar que isso ocorreu por uma queda de preço de US$ 1.000. No entanto, depois do halving, um número significativo de mineradores ineficientes provavelmente desativará suas máquinas.

Mais ainda, o preço do BTC não parece estar concluindo sua queda de preço. No momento, o BTC caiu pelo menos 2,12% nas últimas 3 horas e pode-se esperar uma nova queda.

Portanto, um ponto importante aqui é que os pools de mineração guiados por câmbio, especialmente o da Binance, provavelmente enfrentarão uma queda significativa no hashrate após o halving. Todavia, a Huobi parece ter equipamentos de mineração eficientes, portanto, a queda não deve ser tão grande.

Fonte: AMB Crypto

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader desde 2017. Aficionado por tecnologia e entusiasta das criptomoedas, viu no WeBitcoin a oportunidade de unir duas paixões.