Home office eterno? Para os funcionários do Twitter isso vai se tornar uma realidade

O CEO do Twitter comunicou que os funcionários terão permissão para fazer home office permanentemente

Um número enorme de pessoas ao redor do mundo está trabalhando em casa, tudo graças ao lockdown imposto para impedir a propagação do coronavírus. O Google disse recentemente a seus funcionários que a maioria trabalhará em casa até 2021. De acordo com um novo relatório do  Buzzfeed News, Jack Dorsey, CEO do Twitter, enviou um e-mail aos funcionários informando que eles poderão fazer “home office” para sempre. Isso significa que os funcionários do Twitter poderão trabalhar em casa, mesmo após o término da pandemia.

O Twitter é a primeira empresa de tecnologia a tornar o home office permanente para seus funcionários. Dorsey observou no e-mail que os funcionários terão “permissão para trabalhar em casa permanentemente, mesmo após o fim da pandemia de coronavírus”. Entretanto, ele esclareceu que os trabalhos que exigem “presença física”, como a manutenção de servidores e assim por diante, ainda precisarão que os funcionários frequentem o escritório.

Um porta-voz do Twitter disse ao Buzzfeed: “Temos pensado muito em como abordamos isso desde o momento em que fomos uma das primeiras empresas a mudar para um modelo de home office. Continuaremos sendo e seguiremos colocando a segurança de nossas pessoas e comunidades em primeiro lugar. ” Para lembrar, o Twitter foi uma das primeiras empresas de tecnologia a anunciar home office no início deste ano.

Em outra declaração por e-mail ao TechCrunch, o Twitter observou: “Estávamos em uma posição única para responder rapidamente e permitir que as pessoas trabalhassem em casa, dada nossa ênfase na descentralização e no suporte a uma força de trabalho distribuída capaz de trabalhar de qualquer lugar”.

“Os últimos meses provaram que podemos fazer esse trabalho. Portanto, se nossos funcionários estiverem em uma função e situação que lhes permita trabalhar em casa e quiserem continuar a fazê-lo para sempre, faremos isso acontecer. Caso contrário, nossos escritórios serão calorosos e acolhedores, com algumas precauções adicionais, quando acharmos que é seguro retornar “, observou a resposta por e-mail.

A diretora de RH Jennifer Christie explicou que a “abertura de escritórios” estará nas mãos da empresa, mas se os funcionários quiserem ou não, será sua decisão. Christie também observou que “com pouquíssimas exceções, os escritórios não abrirão antes de setembro” e acrescentou que “também não haverá viagens de negócios antes de setembro, com poucas exceções e eventos corporativos pessoais para o restante de 2020. ”

Além do Twitter e do Google, outras empresas de tecnologia, como o Facebook, também estenderam a modalidade de home office até o final deste ano. Enquanto isso, a Apple está se preparando para reabrir algumas lojas nos Estados Unidos nos próximos dias.

Fonte: The Indian Express

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader aposentado. Segue firme como entusiasta do Bitcoin e inimigo declarado das pirâmides financeiras.