Incêndio criminoso na exchange Upbit

Homem tentou atear fogo a si mesmo dentro da exchange Upbit.

A polícia sul-coreana revelou que o homem que foi preso por tentativa de incêndio criminoso, no centro de atendimento ao cliente da exchange de criptoativos Upbit, na semana passada, fez um investimento desastroso em criptomoedas e perdeu dinheiro em compras simbólicas.

O homem foi originalmente preso sob suspeita de tentar se incendiar no corredor dos prestigiosos escritórios principais, no bairro Yeoksam de Gangnam, o distrito mais rico de Seul.

Os clientes em pânico chamaram a polícia ao local quando o homem começou a derramar o que parecia ser fluido de isqueiro ou solvente de tinta por todo o corredor principal do prédio, e então começou a agitar um isqueiro ao redor. Algumas testemunhas disseram que o homem derramou o líquido sobre si mesmo e estava pronto para se autoimolar, mas a polícia mais tarde esclareceu que, o homem de 40 anos, acidentalmente espirrou o líquido inflamável em seu corpo e roupas, ao tentar revestir o chão e paredes com a substância.

O Joongang Ilbo relatou que a polícia afirmou que o homem “não estava sob a influência de álcool” e, em vez disso, parecia ter ficado indignado com suas próprias decisões de investimento.

Upbit recusou-se a confirmar ou negar relatos de que o homem era um cliente, em vez disso, disseram que:

“Os detalhes da transação de criptomoeda são informações pessoais. Não podemos confirmar esses detalhes.”

A delegacia de polícia de Suseo, para onde o homem foi levado após sua prisão, planeja acusá-lo preliminarmente de, tentativa de incêndio criminoso e, provavelmente apresentará queixa “assim que a investigação for concluída“.

O incidente se tornou um ponto de discussão em grupos de criptomoedas na mídia social, onde uma pessoa de sobrenome Park comentou que “investimento em criptomoedas é uma responsabilidade pessoal” e que era “errado cometer um crime em uma exchange”, não importa o que tenha acontecido.

Kim Ji-hye, uma funcionária de uma empresa cujos escritórios estão localizados a algumas centenas de metros do centro de serviços Upbit em Yeoksam, disse ao Cryptonews.com que embora ela tivesse “ouvido sirenes” na hora do incidente, não havia “aparente aumento da presença policial na área” na segunda-feira.

 

Fonte: CryptoNews

Foto de Neidson Soares
Foto de Neidson Soares O autor:

Conheceu esse universo dos criptoativos em 2016 e desde 2017 vem intensificando a busca por conhecimentos na área. Hoje trabalha juntamente com sua esposa no criptomercado de forma profissional. Bacharelando em Blockchain, Criptomoedas e Finanças na Era Digital.

neidson8