Indústria imobiliária abraça Bitcoin por todo o mundo

Imobiliárias aceitando Bitcoins

Não há dúvidas de que 2017 tem sido o grande ano das moedas digitais. Essa boa fase vem sendo puxada pelo Bitcoin, moeda pioneira no mercado digital. Os diferenciais peculiares da moeda a torna atrativa em diversos aspectos, bem como a tecnologia por detrás dela, a Blockchain. Uma prova dessa boa fase é que mercados imobiliários milionários em todo o mundo estão adotando o uso da moeda.

Com o processo contínuo de solidificação da moeda, o setor tem se motivado na utilização para pagamentos que estão na casa dos milhões. Cidades como Nova York e Miami (nos Estados Unidos) e Londres (na Inglaterra) já tem fechado alguns negócios utilizando a moeda. O Brasil também não fica de fora. Já foi registrada em Sumaré (São Paulo) a primeira venda de imóvel utilizando o bitcoin como forma de pagamento (leia essa matéria completa aqui).

Nos Estados Unidos, um dos responsáveis por incentivar essa mudança é a IBREA (International Blockchain Real Estate Association), uma organização de advocacia, educação e comércio sem fins lucrativos, dedicada à implementação de Bitcoin e outras tecnologias de blockchain no setor imobiliário.

Leia também: Primeira venda de casa feita inteiramente com Bitcoin

Quais as vantagens pro setor?

Pesquisas revelaram que bancos australianos e norte-americanos cobram US$ 4.000 por uma transação de US$ 100.000. Se o pagamento for de cerca de alguns milhões de dólares, a taxa de transação aumentará proporcionalmente, potencialmente para US$ 10.000.

Em Bitcoin, tais taxas elevadas podem ser evitadas. Embora as taxas de transação dependam do tamanho da transação, é possível enviar uma transação de um milhão de dólares por menos de US$ 10 com uma carteira habilitada para SegWit.

Para os corretores de imóveis o uso do Bitcoin facilita significativamente o processo de pagamentos em grande escala. Além das transferências bancárias tradicionais serem onerosas e levarem semanas (algumas vezes meses) para seu processamento, elas também exigem longa documentação e processo ineficiente de identificação e verificação financeira.

Este é apenas mais um dos diversos setores onde o bitcoin e blockchain tem sido implementado. Qual próximo passo você acredita que será dado pela moeda? Deixe seu comentário.