Instituição de caridade lança sistema baseado em Blockchain para rastrear a produção de arroz no Camboja

A solução deve aumentar o poder de negociação de pequenos agricultores

De acordo com o Khmer Times, a Oxfam, instituição internacional de caridade, lançou oficialmente a BlocRice, solução baseada na tecnologia blockchain para aprimorar a cadeia de suprimento de arroz no Camboja.

Com a solução, a Oxfam pretende utilizar smart contracts para fornecer transparência e segurança entre os produtores de arroz e os clientes holandeses. O projeto deve ser expandido em 5 mil fazendas até 2022.

“O objetivo do projeto é testar a tecnologia blockchain e seus smart contracts em um acordo de agricultura digital de três vias, entre o produtor primário, exportador e varejista do produto (…) na Europa, para aprimorar os meios de subsistência dos agricultores e suas condições de financiamento”, informava um folheto da Oxfam.

O aumento na automação e visibilidade de agricultores individuais deve permitir o estabelecimento de preços mais altos, como também poderá evitar desvantagens econômicas.

“A BlocRice promove o uso de smart contracts como ferramentas para o fortalecimento social e econômico”, disse Solinn Lim, diretor da Oxfam no Camboja.

De acordo com ele, a empresa espera que a implementação do blockchain aumente o poder de negociação de pequenos agricultores.

FONTE: COINTELEGRAPH

Foto de Beatriz Orlandeli
Foto de Beatriz Orlandeli O autor:

Simpatizante das criptomoedas, após cursar Arquitetura e Urbanismo, reavivou um antigo gosto pela escrita e atualmente trabalha como redatora do WeBitcoin.

biaorlandeli