Investidores institucionais estão comprando mais Bitcoin do que foi possível minerar esse mês

Nas últimas duas semanas, a GBTC e a MicroStrategy compraram 35.876 BTC juntas, quase 185% a mais do que o que a quantidade de Bitcoin extraída

Desde que o Bitcoin entrou em agosto, o preço subiu para testar o nível de $ 12.000 depois de quebrar com sucesso os níveis-chave de $ 10.000 e $ 10.500 no mês passado. Contudo, até agora, o ativo digital não foi capaz de se sustentar acima de US$ 12 mil, apesar de ultrapassar essa marca duas vezes, resultando em quedas depois depois. Agora voltamos a negociar em torno de $ 11.500.

Embora o preço tenha dado uma pausa aqui, as pessoas não estão perdendo a oportunidade de comprar o ativo.

Nas últimas duas semanas, a Grayscale Investments adicionou 14.422 BTC ao seu produto de Bitcoin “Grayscale Bitcoin Trust” (GBTC). Embora o BTC real comprado possa não ser tão alto, dado que esses números são baseados nas ações em circulação criadas por clientes institucionais da Grayscale que envolvem compras “em espécie” também, há algum nível de atividade acontecendo, com certeza.

Curiosamente, o Grayscale Bitcoin Trust viu seu valor aumentar em US$ 1,6 bilhão no primeiro semestre de 2020. O número de BTC mantidos no fundo GBTC cresceu de 261.192 para 386.723.

No total, a Grayscale tem US$ 5,6 bilhões em ativos sob gestão.

Grandes investidores institucionais estão comprando Bitcoin

Além da Grayscale, a primeira empresa de bilhões de dólares listada publicamente, MicroStrategy, mergulhou no Bitcoin. Quinze dias após o anúncio em sua teleconferência de resultados do segundo trimestre de 2020, a empresa comprou 21.454 BTC, para substituir o caixa em seu balanço como ativo de reserva. A Arcane Research observou:

“Para colocar isso em contexto: a MicroStrategy acaba de comprar os próximos 23,8 dias do novo suprimento de Bitcoin.”

A empresa compartilhou em seu anúncio oficial que vê o Bitcoin como ouro digital e uma classe de ativos superior com potencial para retornos incrementais. A decisão de investir em Bitcoin foi tomada à luz da desvalorização monetária em curso devido à impressão de dinheiro sem precedentes, flexibilização quantitativa e falta de rendimento.

A adoção do Bitcoin para fins de gestão de tesouraria resultou no aumento da capitalização de mercado da empresa em 11% “em relação à exposição em dinheiro fiduciário”.

Curiosamente, o maior gestor de ativos do mundo, BlackRock, e o maior provedor de fundos mútuos, Vanguard, juntos, possuem 25% da MicroStrategy. Trata-se de um momento em que grandes investidores institucionais estão comprando Bitcoin.

Mais demanda do que oferta

Essa demanda na verdade supera a oferta de Bitcoin, que é de 900 BTC por dia desde o halving.

Nos últimos dois dias, enquanto a Grayscale e a MicroStrategy combinadas compraram 35.876 BTC, apenas 12.594 BTC foram extraídos durante este período, demonstrando a crescente demanda por esta classe “alternativa” como uma proteção contra a inflação.

O interesse institucional no Bitcoin é forte, como vimos ao longo de 2020. Em junho, cerca de 90% do volume de transferência de criptomoedas da América do Norte veio de transferências de tamanho profissional, acima de $ 10.000 em ativos digitais, conforme mostrou a Chainalysis. O relatório afirma:

“Nos últimos dois anos na América do Norte, estamos vendo o impacto de uma classe crescente de investidores institucionais cujas transferências são responsáveis ​​pelo domínio crescente de profissionais no mercado norte-americano desde dezembro de 2019.”

Fonte: BTC EG

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader aposentado. Segue firme como entusiasta do Bitcoin e inimigo declarado das pirâmides financeiras.