Itaú e empresa britânica se unem para criar plataforma Blockchain para pequenos empréstimos

O projeto conta com o auxílio da R3

O Itaú Unibanco, um dos maiores bancos do Brasil e da América Latina, se uniu ao Standard Chartered, do Reino Unido, com o objetivo de desenvolver uma plataforma blockchain para pequenos empréstimos.

Aparentemente, as entidades conduziram com sucesso uma PoC (prova de conceito) para a plataforma, com base no Corda Connect criado pela startup americana R3.

Ainda mais, juntamente com a multinacional Wells Fargo, as companhias emitiram um empréstimo de US$100 milhões para testar a plataforma.

De acordo com um comunicado publicado pelo Itaú, os detalhes do contrato de avaliação foram efetivamente discutidos e negociados durante os testes. O Chefe do Departamento de Tesouraria do banco, Ricardo Nuno, declarou que o blockchain aprimorou a comunicação entre os bancos.

Diversos grupos bancários já utilizam a tecnologia blockchain para acelerar emissões de empréstimos sindicalizados e reduzir custos operacionais.

Em 2017, sete bancos de renome internacional se aliaram para realizar grandes testes no mercado blockchain apoiados pela R3 Corda.

FONTE: COINTELEGRAPH