Japão irá lançar rede internacional focada em criptomoedas similar à SWIFT

Governo japonês está trabalhando em network de criptomoedas

De acordo com a Reuters, uma fonte familiarizada com o assunto afirmou que o Japão está desenvolvendo uma rede de criptomoedas similar à tecnologia utilizada pela SWIFT para mover dinheiro ao redor do mundo.

Aparentemente a iniciativa visa combater a lavagem de dinheiro, e a fonte afirma que o projeto foi aprovado em junho, mas as autoridades se recusam a comentar sobre o assunto. A previsão é que a rede seja implementada nos próximos três anos.

https://twitter.com/Reuters/status/1151925855083360256?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1151925855083360256&ref_url=https%3A%2F%2Fwww.cryptoglobe.com%2Flatest%2F2019%2F07%2Fjapan-developing-cryptocurrency-network-to-compete-with-swift-source%2F

Apesar de não ter sido detalhado como a rede irá funcionar, a fonte declarou que o projeto foi proposto pelo Ministério das Finanças e pela Financial Services Agency (FSA), e seu desenvolvimento será monitorado pelo Grupo de Ação Financeira Internacional (FATF – GAFI)

Ao longo dos últimos anos, o Japão tem mostrado um posicionamento proativo em relação às criptomoedas. Em 2017 o país se tornou o primeiro do mundo a regulamentar exchanges em nível nacional. Na área comercial, diversas empresas locais de renome já atuam no setor, como a Rakuten, grande companhia de comércio eletrônico que adquiriu uma exchange e lançou a própria carteira de cripto.

Em maio o WeBitcoin noticiou que a Câmara dos Representantes do Japão aprovou oficialmente um novo projeto de lei para alterar as normas que regem a regulamentação de criptomoedas.

Agora, as autoridades buscam introduzir emendas em duas leis nacionais que se aplicam a criptomoedas para “apertar” a regulamentação, visando promover a proteção do usuário, regulamentações mais robustas em relação ao trading de derivativos de cripto, mitigar os riscos da indústria, como hacks em exchanges, e estabelecer de forma ampla uma estrutura regulatória mais transparente para a nova classe de ativos.

Foto de Beatriz Orlandeli
Foto de Beatriz Orlandeli O autor:

Simpatizante das criptomoedas, após cursar Arquitetura e Urbanismo, reavivou um antigo gosto pela escrita e atualmente trabalha como redatora do WeBitcoin.

biaorlandeli