Japão planeja regulamentar serviços de wallet

O regulamento estará em conformidade com padrões internacionais contra o terrorismo e antilavagem de dinheiro

A Agência de Serviços Financeiros (FSA) do Japão, maior órgão regulador do país, recentemente divulgou um plano para regulamentar serviços de wallet de criptomoedas.

O tópico foi discutido durante uma reunião do grupo de estudos de criptoativos da FSA nesta semana.

O Japão atualmente possui uma lei de regularização de fundos que exige que as empresas que operam atividades relacionadas a criptomoedas (compra e venda) sejam registradas como exchanges da FSA.

De acordo com uma publicação da Itmedia, mesmo que provedores de serviços de wallet lidem com tantas moedas virtuais quanto exchanges, eles não enfrentam as mesmas leis e regulamentos.

Segundo a FSA, a lei atual não se aplica a tais provedores, já que estes não compram ou vendem criptomoedas, simplesmente gerenciam e transferem para os usuários. Entretanto, a agência destaca que a regulamentação é necessária.

O plano apresentado nesta semana é focado em provedores do serviço, não em desenvolvedores ou fabricantes de wallets hardware.

De acordo com a FSA, os regulamentos estarão em conformidade com os padrões internacionais voltados à prevenção de lavagem de dinheiro e financiamento do terrorismo.

A agência também discutiu sobre o período de transição para a implementação dos regulamentos. Aparentemente, durante este “meio-tempo” provedores de serviço não poderão adicionar novos negócios, clientes ou ativos. O status de registro deve ser publicado em seus sites, e aqueles que se recusarem a se registrar deverão abolir o negócio.

FONTE: BITCOIN.COM

Foto de Beatriz Orlandeli
Foto de Beatriz Orlandeli O autor:

Simpatizante das criptomoedas, após cursar Arquitetura e Urbanismo, reavivou um antigo gosto pela escrita e atualmente trabalha como redatora do WeBitcoin.

biaorlandeli