John McAfee explica por que deixou de promover as criptomoedas

Mesmo foragido, o empresário será candidato à presidência dos Estados Unidos em 2020

Famoso defensor do Bitcoin e da tecnologia Blockchain, John McAfee chamou a atenção de seus seguidores pela ausência de conteúdos vinculados à cripomoedas nas recentes aparições do empresário nas redes.

O motivo, segundo ele, é o fato da campanha para concorrer à presidência dos Estados Unidos estar tomando muito do seu tempo:

https://twitter.com/officialmcafee/status/1206574790959620099

“As pessoas perguntam por que não estou mais fazendo promovendo Blockchain.

 

 

Consome muito do meu tempo. Minha campanha presidencial começará em janeiro e eu não posso fazer as duas coisas.

 

 

Não estou de maneira alguma abandonando as criptomoedas; apenas a tarefa de promover projetos específicos.”

Segundo informações do CryptoGlobe, McAfee começou a promover criptomoedas nas mídias sociais no ano passado, e foi relatado que ele estava cobrando US$ 105.000 por tweet promocional. Um de seus primeiros tweets foi a promoção da Verge (XVG), causando um aumento no preço.

Desde então, a criptomoeda sofreu numerosos ataques de 51% e enfrentou um mau funcionamento do código de mineração. Entretanto, do lado positivo, passou a ser usada pelo Pornhub como uma alternativa ao PayPal.

John McAfee no mundo cripto

Após ficar extremamente rico com seu McAfee Anti-vírus, John McAfee deixou tudo para trás e foi viver no meio da selva em Belize, na América Central. McAfee é atualmente foragido da justiça dos Estados Unidos e não pode retornar ao país (pelo menos sem ser preso).

Já faz alguns anos que McAfee é famoso na comunidade cripto, tendo lançado recentemente sua exchange descentralizada de criptomoedas, a McAfee DEX. Contudo, sua fama é dada principalmente por suas posições extremamente otimistas em relação ao Bitcoin.

Uma dessas previsões, inclusive, é de que o Bitcoin atingiria US$ 1 milhão até o final de 2020. De momento estamos bem longe disso, mas quem sabe o que o futuro pode nos apresentar.

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader aposentado. Segue firme como entusiasta do Bitcoin e inimigo declarado das pirâmides financeiras.