Webitcoin

Noticias sobre Bitcoin e Criptomoedas em tempo real

Webitcoin

Noticias sobre Bitcoin e Criptomoedas em tempo real

JPMorgan cria ferramenta para aumentar a privacidade de pagamentos no blockchain do ETH

JPM desenvolve ferramenta para o blockchain do Ethereum

De acordo com a Coindesk, o JPMorgan Chase (JPM), maior banco dos EUA, supostamente está prestes a lançar uma extensão de código aberto para aumentar a privacidade em mecanismos de pagamento no blockchain do Ethereum.

Aparentemente a nova ferramenta foi projetada como uma extensão para o protocolo Zether, que é um mecanismo de pagamento focado em privacidade que é compatível com o Ethereum e outras plataformas de contratos inteligentes.

O protocolo utiliza a tecnologia de prova de conhecimento-zero (ou protocolo de conhecimento -nulo) e foi criado por pesquisadores da Universidade de Stanford e Visa Research no início deste ano.

O JPM supostamente pretende lançar sua extensão como um código aberto hoje, e irá implementar a ferramenta no Quorum, o blockchain privado do banco desenvolvido no protocolo Ethereum.

Durante uma entrevista concedida à Coindesk, Oil Harris, Líder de Estratégia do Quorum e criptoativos no JPM, destacou a função da nova extensão.

“No Zether básico, o saldo das contas e o valor de transferência são ocultados, mas a identidade dos participantes não são necessariamente ocultas. Então nós resolvemos isso. Na nossa implementação, oferecemos uma prova de protocolo para a extensão anônima na qual o remetente pode ocultar a si mesmo e aos destinatários das transações em um grupo maior de partes.”

Para aumentar a distinção com o Zether, Harris observou que sua arquitetura de pagamentos confidenciais utiliza uma abordagem baseada em contas consistente com o Ethereum, em contraste com a abordagem de saída de transação não utilizada, empregada tanto pelo Bitcoin quanto pelas altcoins focadas na privacidade, como ZCASH.

Harris propôs que, como “um um mecanismo eficiente e sem confiança para pagamentos anônimos e sem confiança”, a nova extensão poderia beneficiar a proteção de privacidade em consórcios de empresas, e que também poderia, no futuro, servir os interesses do JPM para desenvolver o Quorum para uso mais amplo.

Recentemente foi anunciado que o JPM também estava engajado em reformular a arquitetura de privacidade do Quorum com o auxílio da Microsoft, com o objetivo de tornar a plataforma mais simples para a implementação em um leque maior de empresas.

Além das inovações do Quorum, o banco capturou os holofotes recentemente pelo projeto de sua stablecoin, a JPM Coin.

Foto de Beatriz Orlandeli
Foto de Beatriz Orlandeli O autor:

Simpatizante das criptomoedas, após cursar Arquitetura e Urbanismo, reavivou um antigo gosto pela escrita e atualmente trabalha como redatora do WeBitcoin.

biaorlandeli