KuCoin recupera a maioria dos fundos roubados em hack de US$ 280 milhões

A KuCoin foi alvo de um hack no final de setembro e, ao que tudo indica, a exchange está muito perto de recuperar (quase) todos os fundos roubados

O CEO da KuCoin, Johnny Lyu, anunciou a recuperação de uma parte significativa das criptomoedas roubadas no hack recente que abalou a empresa. Em uma atualização no Twitter, Lyu explicou que a KuCoin havia recuperado até 84% de todos os ativos roubados. O presidente-executivo confirmou que já faz algum tempo que eles estão trabalhando na recuperação judicial, atualizações de contratos e rastreamento de ativos on-line.

Lyu acrescentou que a KuCoin também retomou os serviços completos para 176 do total de 230 tokens negociados em sua plataforma. Espera-se que os ativos restantes estejam disponíveis para negociação em 22 de novembro. Quanto aos ativos perdidos, a KuCoin continuará trabalhando na recuperação, e Lyu prometeu publicar os detalhes do reembolso quando fecharem o caso.

Um longo caminho de volta

O hack da KuCoin é talvez o primeiro hack de exchange centralizada de alto perfil em 2020. A exchange começou a perceber irregularidades em 26 de setembro, confirmando em um comunicado que hackers roubaram algumas de suas chaves privadas e invadiram suas carteiras quentes de Bitcoin, Ether e ERC20 . A partir daí, eles começaram a mover ativos consideráveis ​​para exchanges concorrentes.

Como informamos anteriormente, a exchange perdeu cerca de US$ 280 milhões em fundos dos usuários.

Imediatamente após o hack ocorrer, a KuCoin iniciou os esforços de remediação. Em um comunicado à imprensa, a empresa disse que havia entrado em contato com várias exchanges rivais – incluindo Binance, ByBit, Bitfinex e Huobi – para obter ajuda. Essa abordagem proativa, bem como a ajuda de várias outras exchanges, ajudou-os a fazer progressos substanciais desde o início .

Paolo Ardoino, diretor de tecnologia da Bitfinex, confirmou que a exchange congelou cerca de US$ 13 milhões em fundos suspeitos de roubo de Tether. A Tether Limited também congelou outros US$ 20 milhões em fundos relacionados ao ataque.

“PSA: re #KuCoin hack @ bitfinex congelou 13M Tether USDt na EOS como parte do hack @ Tether_to acabou de congelar 20M Tether USDt neste endereço Ethereum https://t.co/GYmESH44da como medida de precaução.

 

Fiquem seguros, todos!”

Em declarações à Cointelegraph, Lyu acrescentou que os membros do protocolo Ocean congelaram mais de 21 milhões de tokens OCEAN, com cerca de US$ 8 milhões na época. A KuCoin também coordenou com a VIDT_Datalink para congelar $ 14 milhões em tokens VIDT roubados.

Como Lyu confirmou, eles estavam em posição de recuperar US$ 129 milhões dos fundos roubados. Junto com os fundos sendo recuperados lentamente, a KuCoin também está fazendo progressos na localização dos hackers responsáveis ​​pelo incidente. No início do mês passado, Lyu disse no Twitter que encontraram provas substanciais ligando vários suspeitos ao caso.

“Após uma investigação completa, encontramos os suspeitos do Incidente de Segurança #KuCoin 9.26 com provas substanciais em mãos. Policiais estão oficialmente envolvidos para agir ”, disse ele, acrescentando relatórios de progresso de fundos recuperados.

Fonte: Inside Bitcoins

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader aposentado. Segue firme como entusiasta do Bitcoin e inimigo declarado das pirâmides financeiras.