Lançamento do novo iPhone está mais próximo do que você imagina

Através do histórico da Apple é possível identificar a possível data de lançamento do novo iPhone

Não, você não caiu em um cliquebait e nós também não somos videntes (embora ter esse poder ajudaria bastante na vida). Tudo se trata de uma questão de lógica. Uma das coisas mais comuns que as pessoas fazem é criar e encontrar padrões. Dizer que o lançamento do novo iPhone está muito perto é apenas uma análises desses padrões.

Abaixo você pode conferir uma tabela feita pela cnet que mostra as datas de anúncio e lançamento dos smarthphones da Apple nós últimos 7 anos.

Sim, nos últimos 7 anos a Apple lançou um iPhone por ano, sempre sem setembro, sempre fazendo o anúncio na primeira quinzena e o lançamento na segunda quinzena do mês. Esse fato pode acabar sendo de conhecimento de muitos fãs da empresa, mas para o público geral é um padrão e tanto, ainda mais mantido por tantos anos sem errar.

Acertando a data em cheio

Certo, agora estamos indo em direção à especulação. Segundo a cnet, nos últimos sete anos a Apple anunciou o iPhone na mesma semana do Dia do Trabalho, na primeira segunda-feira de setembro, ou na semana seguinte. No passado, se o feriado dos EUA tivesse ocorrido em 3 de setembro ou antes, a Apple anunciava seu iPhone na semana seguinte. Quando o Dia do Trabalho aconteceu no dia 5 de setembro ou mais tarde, como foi o caso em 2015 e 2016, a Apple anunciou o iPhone na quarta-feira seguinte (dois dias após o Dia do Trabalho).

Este ano, o Dia do Trabalho é na segunda-feira, 2 de setembro. Mantendo o padrão, a Apple anunciaria seus novos iPhones na terça ou quarta-feira seguinte: 10 de setembro ou 11 de setembro.

Se vamos acertar a data ou não, logo descobriremos. O importante é que muito provavelmente o novo iPhone respeitará o padrão criado pela Apple no últimos anos, e isso com certeza fará a alegria de muita gente por aí.

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader desde 2017. Aficionado por tecnologia e entusiasta das criptomoedas, viu no WeBitcoin a oportunidade de unir duas paixões.